Pega Pega termina com Ibope em alta e zero repercussão

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite desta segunda-feira (08), a Globo exibiu o último capítulo de Pega Pega, uma das tramas mais misteriosas já exibidas na faixa das sete da emissora. E não, não falamos do mistério em torno da morte da Mirella (Marina Rigueira), e sim do misterioso desempenho da trama. Enquanto a história de Claudia Souto deixou a direção da Globo bem satisfeita com relação à audiência, pouco se ouviu falar da trama entre espectadores.

No geral, Pega Pega foi uma novela fraquinha. O bom mote central, o roubo ao hotel Carioca Palace, não tinha fôlego para tantos capítulos, e, mesmo assim, a novela levou o caso até o último episódio. Por isso mesmo, boa parte da trajetória da trama se fez diante de investigações falhas e cheias de furos da polícia da história. A protagonista Antônia (Vanessa Giácomo), então, se mostrou uma detetive bem mediana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, Pega Pega apostou num humor infantiloide meio bobinho, sem grandes arroubos de criatividade, e colocou seu casal central, Eric (Mateus Solano) e Luíza (Camila Queiroz), em momentos entediantes. No fim, o grande conflito da dupla tinha a ver com os mistérios em torno da morte de Mirella, primeira esposa do mocinho, cuja verdade dos fatos também se arrastou até a reta final.

De positivo mesmo, Pega Pega teve o desempenho de veteranos, como Irene Ravache, Marcos Caruso e Angela Vieira. Irene esteve ótima como a esnobe Sabine, enquanto Angela, mesmo vivendo mais uma ricaça, teve uma trajetória interessante com sua Lígia que, no fim das contas, era a grande responsável pela morte de Mirella. Já Marcos Caruso surgiu como um novo Feliciano, de A Regra do Jogo, mas fez de Pedrinho uma boa pedida, graças ao talento e carisma do ator. Dos mais jovens, destaque total à Mariana Santos, ótima como Maria Pia. A atriz mandou bem em sua estreia em novelas, segurando a onda tanto em cenas cômicas quanto dramáticas.

Assim, Pega Pega andou em “banho maria”. Seus acontecimentos pouco repercutiram, seus personagens não viraram sensação e sua trama não gerou muitos desdobramentos. Apenas passou. A trama termina em alta no Ibope, mas sem nada realmente marcante, que poderá ser lembrado no futuro. Não deixa saudades.

The Voice Kids traz diferencial nas tardes de domingo

Emocionante, Entre Irmãs foi um acerto da Globo

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio