Para reparar omissão, Globo deve mais espaço a Dani Calabresa

Após tempos complicados, momento de mudança no humor global pode servir para valorizar presença da atriz nas produções da casa

Publicado há um mês
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

*Por Piero Vergílio

Na manhã desta sexta-feira (4), a publicação de uma reportagem estarrecedora da revista Piauí descreveu, com detalhes inéditos, os episódios de assédio dos quais Dani Calabresa foi vítima.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muito além do repúdio a conduta de Marcius Melhem, há também quem aponte falhas na maneira como a Globo conduziu o episódio. A matéria menciona que, mesmo após o desligamento definitivo do então diretor, muitas vítimas esperavam um posicionamento mais contundente.

É verdade que não é possível voltar ao passado para corrigir possíveis falhas – ou mesmo uma omissão. Por outro lado, a emissora ainda tem a oportunidade de demonstrar, de fato, todo o seu apoio às vítimas. Uma maneira eficaz de fazer isso é dar a Dani Calabresa o espaço que ela merece – e que lhe foi tomado.

O boicote a Dani Calabresa

A matéria de Piauí cita pelo menos dois episódios em que Melhem teria retaliado Dani Calabresa após ela não apenas resistir, mas denunciar seu comportamento à emissora.

O primeiro deles diz respeito a ideia de reviver o Furo MTV, programa que a humorista comandou ao lado de Bento Ribeiro. Dani teria apresentado a ideia para a cúpula do humor, que garantiu a viabilidade, mas depois a tirou do projeto. Nascia, então, o Fora de Hora, que foi ao ar no primeiro trimestre deste ano.

Depois, Dani também teria perdido vaga na apresentação do especial A Gente Riu Assim, retrospectiva de humor que foi ao ar no final do ano passado. Mesmo sendo um dos principais destaques do Zorra, ela decidiu deixar o programa por conta da convivência nos bastidores.

Paralelamente, ela segue como um dos destaques da Escolinha do Professor Raimundo, com sua interpretação fidedigna para Dona Catifunda. Na versão original do humorístico, a personagem foi eternizada por Zilda Cardoso.

Por que apostar no talento de Dani Calabresa?

Dani, então, ganhou um quadro no virtualmente extinto Se Joga, além de se dedicar a um projeto de programa solo para os Canais Globo. Mas ainda pode se tornar um valioso curinga para a TV aberta. E o canal tem nas mãos uma grande oportunidade.

Além de reparar qualquer eventual injustiça, a Globo estará fazendo um ótimo negócio se der novas chances a Dani. Pode ser até o próprio Fora de Hora, tal qual ela havia idealizado, apostando na reedição de sua parceria com Bento Ribeiro.

Com seu carisma e talento, a humorista conquistou uma legião de fãs. É bastante popular nas redes sociais e, fundamentalmente, não ter vergonha de rir de si mesma, característica essencial para quem faz humor. É bastante provável que a repercussão seja avassaladora.

Com saída de Melhem, humor da Globo se renova

Um eventual novo programa para Dani Calabresa vem ao encontro do período de renovação que o humor da Globo enfrenta. Coincidência ou não, todos os projetos que Melhem comandava perderam força com a sua saída na Globo.

Para se ter uma ideia, o Zorra – último resquício do humor politicamente correto que caracterizou a gestão de Melhem – terá seu episódio final exibido na noite deste sábado (5). Nas próximas semanas, até a estreia do BBB21, o Altas Horas, de Serginho Groisman, será exibido após A Força do Querer.

A justificativa oficial da emissora é que, por conta da pandemia, decidiu concentrar seus esforços em um novo projeto, que vai mesclar talentos de todos os programas que chegam ao fim. Para registro, esta também é a temporada de despedida da Nova Escolinha, no ar desde 2015.

E, neste momento em que o humor da emissora é obrigado a se reinventar, o talento de Dani Calabresa não pode ser desperdiçado. É a chance que a Globo tem de atrair o público e mostrar para quem está em casa que põe em prática o Respeito, que tanto prega em seus institucionais.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio