Ótima produção, As Five merecia um horário menos ingrato na Globo

Emissora esconde continuação de Viva a Diferença nas madrugadas

Publicado em 26/10/2021 23:40
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As Five, spin-off de Malhação: Viva a Diferença, foi um acerto do Globoplay. A série continuou a trama de Cao Hamburger mostrando o início da vida adulta de Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Tina (Ana Hiraki), Bené (Daphne Bozaski) e Lica (Manoela Aliperti), as cinco amigas que protagonizaram uma das melhores temporadas da trama teen da emissora. Justamente por ser uma continuação de uma trama que caiu no gosto popular, As Five merecia mais destaque na grade da TV Globo.

O grande mérito da série é desmistificar o “final feliz”. O último capítulo de Viva a Diferença retratou o misto de felicidade e medo que simboliza o fim do Ensino Médio e, consequentemente, o início da vida adulta. Assim, As Five começa justamente nesta dificuldade em se firmar diante dos desafios da maturidade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série do Globoplay já começa mostrando que até mesmo uma amizade tão bonita quanto a das cinco jovens pode enfraquecer por conta da correria do dia a dia. Keyla, Ellen, Bené, Lica e Tina começam As Five se reencontrando após anos sem se falar. O reencontro, provocado pela perda da mãe de Tina, desencadeia uma série de situações que faz a amizade reavivar, mas diante de um contexto ainda mais complexo.

Com este mote, o Globoplay até “brinca” de ser HBO com um drama mais “moderninho”, regado a sexo, drogas e música eletrônica, explorando bem os contrastes da cidade de São Paulo. Não chega a ser super ousada, mas é um passo além da quase pueril Malhação.

Justamente por conta destas qualidades, As Five não merecia ficar apenas em meio ao amplo catálogo do Globoplay. A TV Globo acerta ao colocar a série em sua programação, promovendo uma espécie de reencontro do público que assistiu Viva a Diferença com seus personagens tão marcantes.

Entretanto, o horário de exibição proposto pela emissora, após a reprise de Verdades Secretas, é bem ruim. As Five é uma série de temática adulta e merecia a programação noturna. Mas, no atual desenho da grade, a série ocupa um horário da linha de shows que nem devia existir. Às terças e quintas, Verdades Secretas pode terminar próximo da uma da manhã. Com isso, As Five avança madrugada adentro.

Pobre coitada da Renata Lo Prete e de Pedro Bial, já que Jornal da Globo e Conversa com Bial são ainda mais prejudicados por esta estratégia maluca da emissora. Não faz sentido ter uma terceira faixa de shows às terças e quintas. E faz menos sentido ainda que um produto premium como As Five seja tão maltratado na TV aberta.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio