Os boletins do Jornal da Record ao longo da programação foram mesmo uma boa ideia?

Publicado há um ano
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em setembro de 2019, a Record TV passou a exibir boletins do Jornal da Record ao longo da programação, a fim de fortalecer a marca do principal noticiário da emissora e oferecer aos espectadores a atualização dos principais fatos nacionais e internacionais no decorrer do dia. E mesmo depois do próprio Jornal da Record, que vai ao ar às 19h45, uma vez que no início da madrugada a emissora voltou a exibir um telejornal; justamente uma edição do JR. Egresso da Globo News, Sérgio Aguiar é responsável por essa edição mais tardia, e nas outras Janine Borba é presença constante. A ideia, de responsabilidade do vice-presidente de Jornalismo da emissora, Antonio Guerreiro, não é nada má. No entanto, os boletins levam geralmente a uma perda de parte da audiência do canal. Especialmente quando exibidos em meio a uma atração, em seus intervalos comerciais, como as novelas da tarde, e não entre uma e outra. Não resta dúvida de que os boletins do projeto JR 24h são uma iniciativa bastante interessante, na TV aberta, para reforçar o fator informação para um público assolado por programas ao vivo que nem sempre aprofundam os fatos como poderiam. Todavia, talvez a execução do projeto necessite de alguns ajustes para obter melhores resultados.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio