Novo formato do Power Couple não disse a que veio

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na reta final do Power Couple Brasil da Record, já é possível afirmar que o novo formato do reality show não funcionou. Ao apostar na disputa em “tempo real” e com edições diárias, a emissora acabou tornando o programa mais cansativo e entediante. O jogo apresentado por Gugu Liberato não tem o fôlego de um Big Brother para dedicar tanto tempo mostrando a convivência entre os participantes.

Na dinâmica implantada este ano, o Power Couple passou a ir ao ar de segunda a sexta-feira. E com edições enormes, com cerca de duas horas de duração. Apenas às quartas-feiras o programa é menor, já que divide espaço com Batalha dos Confeiteiros. Sendo assim, a direção da atração tem o desafio de preencher este espaço. O problema é que não acontece tanta coisa assim no confinamento dos casais que mereça ser mostrado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após Fernanda Gentil, Sandra Annenberg também passa mal na Rússia

Nas edições anteriores, Power Couple ia ao ar uma ou duas vezes por semana. Este espaço permitia episódios mais dinâmicos, já que as provas tomavam grande parte do capítulo. Além disso, o fato de o público não participar das escolhas dos vencedores fazia com surgissem fatos inusitados. Uma performance “kamikaze” como o do casal Laura Keller e Jorge Souza, vista na primeira edição, não seria possível na edição atual. Agora que há votação na eliminação, Power Couple poderá sagrar vencedor um casal cuja performance nas provas não seja assim tão competente. Tanto que a ex-BBB Munik desponta como favorita, mesmo não tendo feito nada muito relevante lá dentro.

Sendo assim, o novo formato do Power Couple não convenceu. O programa empobreceu com a nova dinâmica e perdeu suas características mais originais, tornando-se uma versão pobre do BBB. Na prática, vem sendo uma “Fazenda de casais”.

Gugu Liberato

Apesar do formato enfraquecido, Power Couple deu novo fôlego à carreira de Gugu Liberato. O apresentador, que comandava um semanal fraco até o ano passado, conseguiu se reinventar. Gugu, de quebra, vai emplacar outra nova atração, o musical Canta Comigo, que estreia no mês que vem. O apresentador, sem dúvidas, vive um bom momento.

Jornalismo da Globo se rende ao ufanismo exagerado na Copa do Mundo

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio