Na reta final, Os Dias Eram Assim se arrasta

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No capítulo de ontem (14) de Os Dias Eram Assim, Vera (Cássia Kis) foi, toda feliz, tentar iniciar uma relação com o neto recém-descoberto, ainda internado depois de um atropelamento. Kiki (Natália do Vale), ao encontrar a dona da livraria, impede sua ação, deixando Vera arrasada. De volta à livraria, Vera chora por não conseguir se aproximar do neto. Enquanto isso, Renato (Renato Góes) e Alice (Sophie Charlotte) discutem os motivos de a mocinha ter escondido a gravidez do mocinho.

E só. No restante do capítulo, mais autoritarismo de Amaral (Marco Ricca) e os planejamentos da “tropa” que busca pará-lo, da qual participa seu próprio filho Serginho (João Pedro Zappa), e uma cena até bonita em que Rudá (Konstantinos Sarris) confessa à mãe Monique (Letícia Spiller) sua paixão por Leon (Maurício Destri). Nada que fizesse a história, de fato, andar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na reta final, Os Dias Eram Assim dá claros sinais de que não tinha trama para se estender entre abril e setembro. A trama começou bem trazendo a Ditadura Militar como pano de fundo, fazendo uma boa mescla entre o folhetim e o contexto histórico. Mas perdeu ritmo quando passou a “explicar” o que acontecia, com as teleaulas de Natália (Mariana Lima). Quando o tempo passou e a história chegou no tempo da abertura política, Os Dias Eram Assim parecia querer deslanchar, sobretudo ao dar mais espaço às tramas paralelas. Mas, na verdade, não foi bem assim.

Agora, as tramas que não envolvem Renato, Alice e seus familiares parecem avulsas dentro do enredo. Dá a impressão de que as autoras Angela Chaves e Alessandra Poggi guardaram uma série de outras tramas no gatilho, mas não conseguiram desenvolvê-las adequadamente. Provavelmente, as tramas paralelas fariam mais sentido quando a “supersérie” ainda estava na fila da novela das seis. Os capítulos das tramas das onze são menores do que das novelas das seis e, por isso, deve ter havido algum enxugamento.

Entretanto, enquanto as tramas paralelas não se desenvolveram adequadamente, a trama principal andou em círculos, sobre o vai-e-volta de Renato, Alice e companhia bela, num ata e não desata que não empolga. E o pano de fundo histórico, que já tinha pouco espaço nos tempos da Ditadura, sumiu de vez nos anos 1980. Uma pena. Os Dias Eram Assim prometia muito, mas sairá de cena devendo uma boa história ao público.

SBT “entope” noite de sábado com realities de culinária

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais