Mulheres crescem na transmissão de futebol e podem impor estilo

Narradoras e comentaristas ganham maior e merecido espaço nas emissoras

Publicado em 18/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com tantas competições importantes de futebol na TV no momento – Eurocopa, Copa América, Brasileirão e Copa do Brasil são as principais -, é muito positivo verificar que as mulheres seguem ganhando mais espaço nas equipes de transmissões televisivas.

O passo mais importante já está sendo dado, que é o de adentrar esse mundo por tantas décadas exclusivo dos homens. Um próximo passo é que as mulheres também possam firmar seus próprios estilos, especialmente na narração.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Narradores homens sempre primaram por seus bordões – temos de cada um dos grandes nomes da narração esportiva uma série de expressões que os marcaram.

“Pimba na gorduchinha” (Osmar Santos), “Vai que é tua, Taffarel” (Galvão Bueno), “Pelo amor dos meus filhinhos” (Silvio Luiz), “Que beleza” (Milton Leite) são apenas algumas frases famosas de seus narradores.

É claro que não se espera nenhuma aberração verbal. Mas as narradoras não precisam seguir tão à risca o manual dos homens. Podem e devem ganhar mais confiança e, aos poucos, na medida do possível, colocarem suas próprias ideias e criatividade nas expressões. Basta ter em mente que uma narração e comentários corretos não precisam ser necessariamente monótonos, sisudos demais e sem alegria.

Histórico

É verdade também que as mulheres nunca estiveram totalmente fora do jogo, havendo imagens de arquivos da TV atestando que já havia repórteres femininas no campo em cobertura das competições desde os anos 60. No entanto, é na equipe e transmissão da partida em si que narradoras, locutoras e comentaristas mulheres vão ganhando mais terreno.

A Band já tinha dado um belo exemplo com a exibição da Copa Libertadores Feminina de 2020, torneio para o qual designou uma equipe exclusiva de mulheres para narrar e comentar. Na Copa da Rússia de 2018, o canal de TV por assinatura Fox Sports também reservou transmissões exclusivas só com elas.

Campeonatos

A Globo anunciou no início do Campeonato Brasileiro as suas novidades na área, com os reforços no seu departamento de Esporte, com as estreias da comentarista Renata Mendonça e de Renata Silveira, primeira narradora de futebol da emissora.

Agora, o SporTV, canal esportivo da Globo, também dá merecido destaque às profissionais da empresa com o advento internacional da Eurocopa – o torneio entre seleções da Europa.

No último sábado (12), a narradora Renata Silveira fez sua estreia na competição, no SporTV, enfrentando logo de cara uma situação extraordinária. No jogo entre Dinamarca e Finlândia, o jogador dinamarquês Christian Eriksen sofreu um mal súbito no campo, tendo recebido ainda no gramado atendimento com massagem cardíaca.

A partida foi interrompida por um longo período e Renata Silveira comandou a transmissão, com todo o suspense inerente à situação, diante da ausência de informação. E ela o fez com toda a competência. Para quem está de fora, até pode parecer fácil, mas segurar o ao vivo, no estúdio, é só para craques!

O canal da TV por assinatura de esportes da Globo tem sido feliz nas suas escalações. Natália Lara como narradora e Renata Mendonça como comentarista também estão no time do canal na competição da Europa. A comentarista Ana Thaís Matos, que já era da casa há mais tempo, faz intervenções relevantes nas partidas e também nos programas pós-jogo.

O SBT também tem sua comentarista de arbitragem, Naddine Bastos, ex-Globo. A emissora de Silvio Santos detém para a TV aberta os direitos dos jogos da Libertadores da América (no momento suspensa) e da Copa América.

Naddine também está comentando a atuação dos árbitros nos jogos da Copa América e é um alento ouvir suas explicações sobre quando tem ou não o VAR no meio das tantas vozes masculinas da casa.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de sua autora e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio