Mocinha sofredora, Juliana Paiva tem novo desafio em Salve-se Quem Puder

Publicado há um ano
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Juliana Paiva divide com Deborah Secco e Vitória Strada a protagonização da novela das 19h da TV Globo, Salve-se Quem Puder, de Daniel Ortiz. Enquanto Deborah vive uma atriz com sonhos de ascensão e Vitória dá vida a uma moça meio desastrada, ambas personagens com possibilidades cômicas frequentes, a Juliana coube o mais próximo de mocinha tradicional de novela entre as três. Seu papel é o de Luna, a filha que Helena (Flávia Alessandra) abandonara ainda criança aos cuidados do pai, Mário (Murilo Rosa). Helena deixou o México, foi para os Estados Unidos e de lá ingressou no Brasil. Casou-se com outro homem, Raul (Leopoldo Pacheco), e vive outra vida, afastada da família original. Após uma série de reviravoltas que obrigou as três amigas a mudarem de identidade, e isso depois de sobreviverem a um grande furacão, Luna (agora com o nome de Fiona) se aproximou da mãe, sem se revelar. A moça cresceu sob a mágoa de ter sido deixada para trás por Helena. A atriz vem de outra mocinha, a Marocas de O Tempo Não Para (2018). Numa novela que tem sido criticada, apesar dos bons números de audiência, Juliana Paiva tem chances de construir mais um bom trabalho, com um papel mais imune a maiores estripulias humorísticas como as que se convencionou alocar nessa faixa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio