Mesmo com casal protagonista irregular, Espelho da Vida é promissora

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das principais autoras do horário das seis da Globo, Elizabeth Jhin conseguiu imprimir um estilo só seu em suas obras. E isso ficou evidente no primeiro capítulo de Espelho da Vida, novela das seis que estreou ontem (25). Mais uma vez, a autora retoma o tema das vidas passadas. E, mais do que isso, mostra uma mão firme na condução de um típico folhetim, sobretudo na construção dos personagens femininos. E parece conhecer bem o público para o qual escreve.

Neste contexto, três mulheres se destacaram positivamente na estreia de Espelho da Vida. Vitória Strada, a mocinha Cris, mostra uma imensa segurança em cena, mesmo encarando sua segunda novela das seis (e sua segunda mocinha). Ela conseguiu se desvencilhar de Maria Vitória de Tempo de Amar e esbanja carisma em cena. Nem parece a segunda opção para o papel, tendo em vista que ela assumiu a personagem em razão da gravidez de Isis Valverde.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Estreia de Espelho da Vida bomba na web, mas não supera audiência de Orgulho e Paixão

As outras mulheres são Alinne Moraes e Irene Ravache. A primeira vive a antagonista Isabel e, numa pequena cena, já disse a que veio. Já Irene vive Margot Dutra, esposa de Vicente (Reginaldo Faria), o avô do mocinho Alain (João Vicente de Castro). A personagem teve cenas emocionantes no episódio de estreia, seja lamentando a doença do amado, seja se esforçando para trazer o neto dele à cidade de Rosa Branca para se despedir. De quebra, Margot ainda teve uma cena divertida com a irmã Gentil (Ana Lucia Torre). Ou seja, uma personagem humana, cheia de camadas e que deve emocionar. De olho nelas!

Mocinho de Espelho da Vida não convenceu

O elo mais fraco da estreia de Espelho da Vida foi João Vicente de Castro. O ator não convenceu como o mocinho Alain, um cineasta que parece meio distante da família. João fez um mocinho entediado e sem vida, com tom de voz e gestual monótonos. Pode ser que Alain decole quando o ator adquirir mais segurança, mas, até aqui, ele parece deslocado na função.

Leia também: Relembre as outras novelas de Elizabeth Jhin, autora de Espelho da Vida

Por outro lado, o fato de o mocinho ser um cineasta pode dar um tempero especial à Espelho da Vida. Sabe-se que ele rodará um filme na cidade de Rosa Branca, protagonizado pela namorada Cris. Com isso, o cotidiano no set será um dos panos de fundo da obra. Não chega a ser um plot original (Roque Santeiro também fez uso deste expediente), mas traz uma vida nova à abordagem das vidas passadas presente na obra de Elizabeth Jhin. Além disso, a temática permite brincadeiras com a realidade, como foi visto na sequência da entrega do prêmio a Alain na estreia. As presenças de Ingrid Guimarães, Juliana Paes e José Loreto vivendo eles mesmos foram divertidas.

As vidas passadas da obra de Elizabeth Jhin

Também chama a atenção o fato de Elizabeth Jhin voltar ao tema das vidas passadas, mas sempre buscando não se repetir na abordagem. Em Escrito nas Estrelas, ela mostrou um espírito interferindo na vida terrena. Já em Amor Eterno Amor, o mote era reencarnação. Depois, em Além do Tempo, a reencarnação foi mostrada de um jeito ousado, com duas vidas em dois tempos diferentes narrados em sequência, como duas novelas em uma.

Espelho da Vida deve ir mais além, já que mostrará duas vidas daqueles personagens de maneira simultânea. Cris será magicamente transportada para a época de sua vida passada, Julia Castelo, e tentará desvendar os mistérios que rondam sua vida. Ou seja, haverá “viagens no tempo” na trama, algo novo na obra de Elizabeth Jhin. E como a autora já se mostrou bastante competente na temática, é bem provável que ela repita seus êxitos anteriores. Espelho da Vida tem potencial.

Leia também: Saborosa, Orgulho e Paixão tratou de temas polêmicos com delicadeza

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Confira também nossa vídeo crítica:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio