Joyce Ribeiro tem o espaço que merece no Jornal da Cultura

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não é nenhum exagero afirmar que Joyce Ribeiro é uma das melhores âncoras do telejornalismo brasileiro. Bem articulada, inteligente e sensata, a jornalista passa ao público a confiança e a credibilidade que são tão inerentes e importantes nesta profissão. No entanto, muitas das qualidades de Joyce ficaram “escondidas” do público, mesmo ela já tendo acumulado tantos anos de profissão e emplacado ótimos trabalhos na Record e no SBT.

No canal de Silvio Santos mesmo, Joyce Ribeiro ficou nada menos que 12 anos. A jornalista foi uma das aquisições da gestão Luiz Gonzaga Mineiro, que reconstruiu e reformulou o jornalismo do SBT no ano de 2005, quando estreou o SBT Brasil, com Ana Paula Padrão. Além do novo jornal no horário nobre, o canal reformou os noticiosos que já existiam na grade, o Jornal do SBT de Hermano Henning e o Jornal do SBT Manhã. E Joyce Ribeiro, anteriormente apresentadora do Fala Brasil na Record, foi contratada para assumir o matinal.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De lá para cá, Joyce passou por todos os jornais da casa, e nas mais diferentes funções. Tornou-se apresentadora do tempo e âncora substituta do SBT Brasil, foi repórter especial e passou pelo comando de jornais como SBT São Paulo, Boletim de Ocorrências, Aqui Agora e Jornal da Semana SBT, além de comandar os boletins noticiosos que eram exibidos ao longo da programação. Em seus últimos momentos no SBT, apresentou o SBT Notícias e o Primeiro Impacto, até ser substituída por Dudu Camargo e Marcão do Povo. Depois disso, não teve o contrato renovado com o canal.

Contratada pela TV Cultura, Joyce Ribeiro diz que quer esquecer episódio no SBT

Nesta semana, Joyce Ribeiro estreou na TV Cultura, como a nova âncora do Jornal da Cultura. Exibido às 21 horas, o noticioso se destaca pelo formato mais analítico, no qual o apresentador não apenas anuncia as notícias, mas também recebe especialistas na bancada para analisar os fatos do dia. Trata-se de um formato vitorioso, já que aposta na análise e nas diferentes interpretações da notícia, dando um tempero a mais na informação num horário em que as principais notícias do dia já foram dadas pelos demais canais. O Jornal da Cultura, portanto, oferece ao espectador a chance de se aprofundar na informação.

E Joyce Ribeiro caiu como uma luva no formato. Já completamente à vontade na nova casa, Joyce demonstra total conhecimento dos assuntos tratados, bem como comanda com muita competência as conversas e debates na bancada, colaborando de maneira eficiente na análise dos fatos. Com isso, mostra uma faceta que nunca foi mostrada em seus anos de SBT, onde se limitava a, “apenas”, apresentar as notícias.

Sendo assim, a mudança de canal acabou sendo positiva para Joyce Ribeiro. A jornalista encontrou, na TV Cultura, um espaço para mostrar ao espectador todas as suas qualidades enquanto profissional. Azar do SBT, que preferiu trocar uma profissional deste quilate por um rapaz cujo principal talento é fazer dancinhas esquisitas.

RedeTV! erra ao exibir Pokémon dentro do infantil Turma da Pakaraka

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio