Jornalismo ganha mais importância nas manhãs da TV aberta

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste momento, o noticiário sobre a movimentação dos canais abertos destaca duas novidades semelhantes. Enquanto a Band formata um novo jornal matinal, que será comandado por Joel Datena, a Record TV anuncia a contratação de André Azeredo, ex-repórter da Globo. André será o novo apresentador do matinal SP no Ar, substituindo Bruno Peruka, que ficará apenas com o Balanço Geral Manhã.

Esta movimentação retrata uma espécie de “rejuvenescimento” dos jornais matinais da TV aberta. Joel Datena, na Band, e André Azeredo e Bruno Peruka, na Record, mostram que os canais têm aberto espaço a novos âncoras. A ideia é apostar em apresentadores com jogo de cintura, capazes de segurar seus respectivos telejornais no “ao vivo”, tornando as atrações mais modernas e dinâmicas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Recém-contratado pela Record, André Azeredo agradece a Globo: “Etapa cumprida”

Eles se juntam à Rodrigo Bocardi, responsável pelo “rejuvenescimento” e consequente esticamento do Bom Dia São Paulo, o matinal da Globo exibido no estado. Além disso, há Dudu Camargo e Marcão do Povo à frente do Primeiro Impacto, do SBT, que vem ganhando cada vez mais espaço. Há ainda o Hora Um, que abre a programação da Globo às 4h. Ou seja, o jornalismo na TV aberta tem começado cada vez mais cedo e ocupando cada vez mais espaço na faixa matinal.

Telejornais x revistas eletrônicas

Quando os infantis deixaram de ser importantes nos canais abertos, os programas no estilo “revista eletrônica” passaram a dominar o horário. Em comum, estes programas matinais procuram mesclar variedades com mais jornalismo, trazendo ao público a informação de uma maneira mais informal do que num telejornal tradicional.

No entanto, os números de audiência mostram que o público prefere os jornais às revistas. Não por acaso, a Globo tem empurrado o início de sua programação de entretenimento, com o Mais Você, para cada vez mais tarde, ampliando o espaço dos jornais que vêm antes. O programa de Ana Maria Braga já começou às 8h, mas hoje entra às 9h. Enquanto isso, o Bom Dia Praça cresceu.

Enquanto isso, na Record, os jornais matinais também abocanharam boa parte do Hoje Em Dia, que hoje é exibido das 10h ao meio-dia. E o próprio Hoje Em Dia ocupa boa parte de seu tempo de arte com mais notícias, num grande bloco informativo comandado por César Filho. Já no SBT, sempre surgiram boatos de que a emissora poderia apostar numa revista matinal. Mas, em vez disso, Silvio Santos preferiu apostar mesmo no Primeiro Impacto. É bem possível que o programa possa vir a ocupar a manhã toda do SBT em breve.

Jornais informais

Em consequência desta movimentação, os jornais matinais foram, aos poucos, ganhando contornos de revista. Assim, se tornaram mais conversados e menos formais, cumprindo a função que, anteriormente, era das revistas eletrônicas. Por isso mesmo, ganharam mais musculatura na guerra de audiência e caíram nas graças do público.

Mas as revistas eletrônicas e programas de variedades matinais não devem chegar ao fim. Isso porque elas são importantes fontes de faturamento para os canais. É por isso que a Band não apostará em Joel Datena a manhã toda, e lançará também um novo programa matinal de entretenimento. A novidade deve ser comandada por Silvia Poppovic e Luis Ernesto Lacombe. No entanto, sem dúvidas, o jornalismo tem se tornado uma grande arma dos canais abertos na guerra de audiência.

Leia também: Em nova temporada, A Garota da Moto abusa do maniqueísmo

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais