Jesuíta Barbosa e Fábio Assunção vivem grande momento em Onde Nascem os Fortes

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na reta final, a supersérie Onde Nascem os Fortes não se tornou uma unanimidade. Para muitos, o argumento de George Moura e Sergio Goldenberg não vem rendendo uma história com tantos capítulos. Para outros, trata-se de uma narrativa ousada, focada em personagens, ações e reações, mas não uma trama de reviravoltas. Mesmo assim, o ótimo desempenho do elenco sempre foi um ponto forte da série. E, nesta semana, Fábio Assunção e Jesuíta Barbosa arrebataram os holofotes para si, protagonizando um grande momento de seus personagens Ramiro e Ramirinho.

A relação entre os personagens rendeu muita tensão no desenrolar de Onde Nascem os Fortes. Pai e filho, os dois tinham um relacionamento complicado em razão da diferença gritante de personalidades. O juiz Ramiro é um homem rude, capaz de ações pouco ortodoxas para conseguir o que quer. Já Ramirinho é um rapaz sensível, que não concorda com os métodos do pai e, ainda, leva uma vida dupla, ao se apresentar como Shakira do Sertão numa boate. E Ramiro quer que Ramirinho siga seus passos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Onde Nascem os Fortes: Ramiro enfarta ao ver o filho vestido de mulher

Após capítulos vivendo uma tensão constante, baseada em silêncios e angústias, Ramiro e Ramirinho chegaram ao ápice de suas complicadas relações nesta semana. O jovem, cansado de carregar seu segredo, decide revelar ao pai o que faz da vida. E se apresenta como Shakira do Sertão diante dele e da cidade, para o horror de Ramiro. E, após um diálogo tenso e cheio de emoção, Ramirinho pede um abraço ao pai, que se recusa. Depois, Ramiro passa mal, é acudido por Cássia (Patrícia Pillar), mas sofre um ataque cardíaco.

Foi um grande momento de Onde Nascem os Fortes. Fábio Assunção vive sua atuação mais madura, encarnando um tipo raro em sua carreira baseada em mocinhos. Seu juiz Ramiro é um sujeito capaz de despertar o ódio de quem o vê em ação, mas, ao mesmo tempo, carrega uma humanidade. Já Ramirinho é pura emoção. Sensibilidade à flor da pele, traduzida em momentos de tristeza. Jesuíta Barbosa protagonizou muitas cenas silenciosas, que muito diziam sobre a angústia interna que sofria. E o ator conseguiu passar isso ao público pelo olhar, pelos gestos e pelas palavras não ditas.

Fábio Assunção e Jesuíta Barbosa foram as grandes estrelas desta semana em que Onde Nascem os Fortes recuperou o fôlego da estreia. E são dois entre tantos atores vivendo ótimos momentos, como Patrícia Pillar, Débora Bloch (Rosinete), Alexandre Nero (Pedro Gouveia), Alice Wegmann (Maria) e outros. O elenco e a direção de atores, sem dúvidas, vêm sendo um dos grandes acertos da produção.

Bom animador, José Luiz Datena busca nova identidade na Band

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio