Indefinição sobre novo apresentador do Caldeirão expõe falta de grandes nomes na Globo

A Globo não tem um nome forte o suficiente para a missão

Publicado em 4/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para anunciar a estreia de Luciano Huck aos domingos, a partir do dia 5 de setembro, a Globo emitiu um comunicado oficial. Que, entre outras coisas, avisava que está em processo de definição um novo apresentador para o Caldeirão, aos sábados. No entanto, faltando um mês para esta estreia acontecer, a decisão ainda não foi anunciada oficialmente. O que expõe a falta de grandes apresentadores no cast do canal.

Nos últimos anos, a Globo “formou” poucos animadores. Apenas Tiago Leifert foi um grande nome revelado neste período. No mais, o canal, na realidade, conseguiu formar um bom time de “apresentadores substitutos”. Nomes como André Marques, Márcio Garcia, Ana Furtado e Patrícia Poeta surgem como curingas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, nenhum deles se tornou uma grife de fato, capaz de levar um programa com sua assinatura. Atualmente, eles passam por vários produtos da grade, entre formatos de temporada e programas no estilo É de Casa, mas não construíram um nome forte o suficiente para carregar uma atração de variedades sozinhos.

Ou seja, pode até ser que a Globo opte por uma solução caseira e anuncie algum destes apresentadores para a nova fase do Caldeirão. Mas, fatalmente, o programa atualmente comandado por Luciano Huck perderá a identidade. Ficará a impressão de que a atração estará nas mãos de um substituto, e não de um novo titular de fato.

Mulheres

Na realidade, o ideal, neste momento, seria a Globo apostar numa mulher. A emissora não possui mulheres comandando programas de auditório, o que deixa sua grade menos diversa. Do seu atual elenco, o único nome mais forte para um desafio deste porte seria o de Fernanda Lima, que comandou o Amor & Sexo por anos com muita firmeza e personalidade.

Caso fosse buscar alguém de fora, os nomes mais fortes à disposição seriam o de Angélica e Xuxa Meneghel. Mas a primeira já acertou com a HBO Max, o que a deixaria fora do páreo. E a segunda parece mais interessada em se dedicar aos seus projetos, como o documentário para o Globoplay. Eliana, um nome que chegou a ser ventilado, tocaria a atração com competência, mas seu contrato com o SBT ainda está valendo, e a Globo não costuma romper contratos vigentes.

Porém, vale lembrar que, no anúncio divulgado pela Globo, a emissora avisa que está definindo um nome para comandar o Caldeirão “até o fim do ano”. Ou seja, o novo apresentador do programa pode estrear em regime provisório, como um teste. Assim, o mais provável é que a emissora recorra aos seus substitutos de sempre, até encontrar o nome mais adequado. Uma decisão que vai expor ainda mais a falta de opção que o canal está enfrentando.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio