Imediatismo do SBT prejudica somente a emissora

Publicado em 21/06/2017

E, mais uma vez, precisamos falar sobre a mudança de horário do Roda a Roda diário, versão do game show que Silvio Santos entregou à filha Rebeca Abravanel. A atração estreou na semana passada e já trocou de horário duas vezes. Começou às 19h20, passou para a faixa das 14h30 e, agora, voltou para a faixa das 19h20. E sabe-se lá quando será a nova mudança.

O mexe-mexe tem a ver com a audiência. À noite, o programa não manteve a audiência registrada pela novela O que a Vida me Roubou, que ocupava o horário. Passou para a tarde sem também conseguir manter a audiência do Chaves. Aí voltou para a noite, em mais uma mudança repentina e sem aviso prévio. E que, provavelmente, não dará grandes resultados também.

Com este tipo de atitude intempestiva, o SBT prejudica somente a si mesmo. Veja: Silvio Santos tanto fez, mexeu e remexeu, que acabou conseguindo consolidar o Fofocalizando, antigo Fofocando, vespertino idealizado por ele e criado às pressas. A ideia era brigar com o Balanço Geral, da Record, mas o programa só emplacou mesmo quando deixou de bater de frente com o jornal da concorrência. Até uns dias atrás, Fofocalizando entrava depois do Clube do Chaves, programa que vinha dando boa audiência, e acabava herdando parte deste público. Tudo parecia encaixado.

Mas aí apareceu o Roda a Roda no meio da tarde antecedendo o Fofocalizando. O programa não manteve, claro, a audiência do Chaves e, de quebra, prejudicou a atração de Leão Lobo, Mara Maravilha e cia. Fofocalizando estava indo bem na briga contra a reprise de Ribeirão do Tempo, mas acabou perdendo fôlego quando o Roda a Roda se instalou na faixa da tarde. Ou seja, por uma bobagem, o SBT quase jogou no lixo todo o esforço feito para o programa de fofocas dar certo. Um “tapa aqui, descobre ali” que pode ter sérias consequências.

Leia também:

No SBT, grade voadora ataca até no feriado

Valentins: bom infantil do Gloob devia ser exibido em TV aberta

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.