Hugo Moura mostra em Malhação que nasceu para atuar

Publicado há um ano
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tem uma frase do um dramaturgo grego Ésquilo, que diz: “quando um homem tem força de vontade, os deuses dão uma ajuda”. E é com esse citação que eu começo essa resenha para falar de Hugo Moura. Um ator determinado, que abraçou todas as oportunidades que apareceram em seu caminho, de frente.

Ele poderia muito bem desistir no primeiro ‘não’. Contudo, seguiu insistindo em seu sonho de mostrar a sua arte. E, hoje, está brilhando em Malhação: Toda Forma de Amar no papel do lutador Daniel, no qual vem desempenhado o seu ofício com maestria.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vocação

Sem dúvida nenhuma, os deuses das artes estão aplaudindo esse rapaz boa gente, pois sabe, o quanto esse jovem ator batalhou para mostrar a sua arte. Hugo é determinado e tem uma força de vontade sem igual. Isso fica nítido em suas cenas em Malhação.

Hugo não desperdiça nenhuma delas. Ele sempre está em jogo. Para ele, todas as cenas em questão são a cereja do bolo. A gente percebe no ar. Hugo não sabe, mas a sua determinação fortalece milhões de brasileiros, artistas, que matam um leão por dia para provar que só a arte e a educação vencem a ignorância humana.

Estreia na TV

Em Segundo Sol, ele mostrou que tinha potencial para seguir essa carreira, que nasceu para exercer. Em seu olhar, a gente percebe que ele é um artista vocacionado, assim como sua esposa, a talentosa Deborah Secco, que desde muito jovem, mostrou o seu amor pela dramaturgia brasileira.

Hugo, críticas virão. Siga em frente com a sua determinação e entrega, pois você já é inspiração para milhares de pessoas. Sucesso sempre em sua jornada.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais