Hora do Faro não acerta a mão com A Fazenda e Canta Comigo

Programa de Rodrigo Faro encontra dificuldades em decolar

Publicado há 10 dias
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

2020 não tem sido um ano auspicioso para o Hora do Faro. O dominical de Rodrigo Faro tem tido dificuldades em superar Eliana, do SBT, seu principal concorrente. Por isso, tem feito uma série de mudanças para tentar estancar a queda. Mas a aposta em A Fazenda e Canta Comigo Teen não tem surtido efeito até aqui.

Nesta “nova fase”, Hora do Faro tenta surfar no sucesso da 12ª temporada de A Fazenda. Neste ano, Rodrigo Faro ganhou a missão de bater um papo com o eliminado da semana, num quadro que dura quase o programa todo. Mas essa novidade não se revelou uma boa ideia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isso porque a eliminação de A Fazenda acontece às quintas-feiras. Hora do Faro vai ao ar três dias depois. Ou seja, quando a conversa com o eliminado do reality show acontece, o “frescor” da eliminação já passou. Com isso, perde-se o interesse pelo assunto.

Outra novidade do programa é o Canta Comigo Teen. Anunciado no início do ano, a versão infanto-juvenil de Canta Comigo se transformou num quadro do dominical, como mais uma arma na guerra de audiência. Porém, mais uma vez, a ideia não se mostrou tão boa assim.

Propositalmente ou não, a Record TV retomou o plano do início do ano, quando anunciou seu “novo domingo” e reservou a faixa das 18 horas para reality shows. The Four, de Xuxa Meneghel, abriu a faixa, que teria também o Dancing Brasil e o próprio Canta Comigo. No entanto, a competição musical de Xuxa naufragou em seu novo horário, e durou pouco tempo ali. Logo retornou para as noites de quarta.

Canta Comigo Teen tem suas qualidades, sem dúvidas. É um bom formato, muito bem-feito, e Faro tem ido bem em sua condução. Mas o final da tarde de domingo, com sua enorme concorrência, já se mostrou um horário complicado para a exibição deste tipo de formato. A experiência com o The Four devia ter servido de lição à Record TV.

Ou seja, Hora do Faro não vive uma fase feliz com seus atuais quadros. É louvável que o dominical tente, novamente, fugir das pautas apelativas de “emoção”, que expunha dramas alheios aos baldes. No entanto, não foi desta vez que a atração encontrou um rumo.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais