Hélter Duarte dá leveza ao RJTV

Publicado há um ano
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tem uma frase da grande escritora americana Maya Angelou (1928- 2014) que diz o seguinte: “eu aprendi que as pessoas vão esquecer o que você disse e o que você fez, mas nunca esquecerão como você as fez sentir”. Com essa citação da grande poetisa, inicio essa resenha para falar de um dos jornalistas mais brilhantes que temos em nossa TV, Hélter Duarte, que realmente marca o público com sua retórica sempre muito precisa.

Esse goiano sabe como ninguém ‘enfeitiçar’ o telespectador com sua presença no vídeo. Mesmo falando de assuntos pesados do nosso cotidiano, Hélter entrega as notícias com sutileza ao telespectador. Seja como repórter de rua, quanto como âncora do RJTV, o qual apresenta esporadicamente, o jornalista consegue caminhar com sutileza nas duas funções.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A gente percebe pelo vídeo que o comunicador que está ali é apaixonado por pessoas e por ouvir suas histórias. O jornalista acaba se tornando um mensageiro dessas ‘vozes’ que, muitas vezes, não tem ninguém para brigar por elas. Sempre com sutileza, sem cair na famosa caricatura, aquela que esbarra no sensacionalismo, conhecido por afetar muitos colegas que cobrem ou apresentam esse tipo de jornal.

Oriundo do rádio, Hélter tem um time preciso durante o ‘ao vivo’. Se algo sai errado, a gente não percebe. Ele improvisa e segue o barco – como diria o grande e saudoso Ricardo Boechat. Sinto falta que Hélter seja desafiado a novos voos, especialmente no entretenimento. Ele tem tudo para apresentar um talk show só seu. Arcabouço cultural, o jornalista já provou que tem. Hélter, continua marcando o público com sua entrega e respeito ao telespectador, algo muito raro atualmente.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais