Há anos refém da mesma fórmula, Programa do Ratinho enfrenta severo desgaste

A atração se tornou refém dos mesmos quadros e cansou

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar há mais de 20 anos, o Programa do Ratinho já teve várias fases no SBT. A atração de Carlos Massa já foi telebarraco, revista eletrônica, game show e programa de variedades. Nos últimos anos, foi feliz ao apostar em quadros diferentes, que se revezam ao longo da semana. Porém, esta felicidade acabou. Atualmente, o programa vive um dos momentos mais críticos de sua história.

Ao apostar no revezamento de quadros, o Programa do Ratinho se tornou, praticamente, cinco programas semanais. Com calouros às segundas, games às terças, música às quartas, humor às quintas e quadros assistencialistas às sextas, o programa atirava para todos os lados e conseguiu se consolidar como um legítimo programa de auditório de variedades.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A audiência subiu. E isso fez o Programa do Ratinho permanecer numa zona de conforto. Ao azeitar a fórmula e se perceber numa posição bastante cômoda, na qual até derrubou várias apostas da Record TV no horário, o show de Ratinho estagnou. E isso fez com que a fórmula fosse perdendo a força ao longo dos anos.

Aí chegou 2020 com os desafios da pandemia. Programa do Ratinho sofreu com reprises e, depois, com a dificuldade em produzir material inédito e a falta de um auditório. Em contrapartida, a Record TV seguiu exibindo programas inéditos e, aos poucos, foi galgando melhores colocações na linha de shows. Apostas como Troca de Esposas, Game dos Clones e, principalmente, A Fazenda, atrapalharam ainda mais o programa do SBT.

Apesar dos investimentos da concorrência, não dá pra creditar a fase ruim do Programa do Ratinho apenas a isso. Na verdade, Ratinho começa a pagar a conta por estes anos parado no mesmo lugar. O Programa do Ratinho, há tempos, não apresenta novidades. E já vinha caindo na audiência antes da crise sanitária.

Com A Fazenda na reta final, não há muito o que fazer. Mas, para o Programa do Ratinho voltar a ocupar sua confortável vice-liderança, investimentos e mudanças precisam acontecer. A atual fórmula já cansou. Se Ratinho insistir nela, a tendência será seguir caindo.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio