Globo “potencializa” produções de entretenimento com intercâmbio de conteúdo

Ana Maria Braga virou quadro do Encontro e quadro do Se Joga migrou para É de Casa

Publicado há 18 dias
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aos poucos, a Globo vai tentando normalizar, na medida do possível, sua produção de entretenimento. A volta do Encontro com Fátima Bernardes e a manutenção do É de Casa, que teve sua duração estendida, são medidas que visam oferecer um conteúdo ao espectador que vai além de reprises e jornalismo. Neste contexto, o canal tem apostado numa espécie de “fusão” entre seus programas tradicionais, transformando programas em quadros, recorrendo a conteúdo externo e “trocando” quadros de programas.

O caso mais emblemático é a presença de Ana Maria Braga no Encontro. Considerada grupo de risco, a apresentadora do Mais Você cumpre quarentena em casa, e seu matinal está suspenso. Assim, ela ganhou um quadro no Encontro, o Receitas Especiais da Ana Maria, no qual reapresenta seus quadros de culinária e conversa com seu público, direto de sua casa, proferindo seus tradicionais pensamentos. Foi uma maneira esperta de manter Ana no ar, num momento em que a produção do Mais Você se mostrou inviável.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, o Encontro com Fátima Bernardes também vem exibindo, diariamente, o Sinta-se Em Casa, programete de Marcelo Adnet. Com esquetes de humor gravados na casa do próprio comediante, a atração foi concebida para o Globoplay, mas ganhou uma segunda janela de exibição no matinal. Assim, aproveitando material do streaming e reapresentando receitas de Ana Maria, o Encontro vai agregando conteúdo às pautas tratadas por meio de entrevistas por skype que dominam o programa atualmente. E o resultado tem sido muito bom.

Se Joga no É de Casa

Enquanto Ana Maria Braga e Fátima Bernardes voltaram ao ar, adaptadas ao momento, não se fala num retorno do Se Joga. O criticado vespertino saiu do ar para dar espaço a uma versão estendida do Jornal Hoje, que vem indo muito bem. Se Ana e Fátima voltaram, mas Fernanda Gentil e cia ainda não, começam a pipocar boatos de que o vespertino pode ser definitivamente cancelado. Por enquanto, a informação que vale é que ele deve voltar. Mas não se sabe quando.

Porém, um dos poucos quadros elogiados da atração segue no ar. Trata-se do Gshow, quadro de Tati Machado sobre os bastidores da Globo e o resumo das novelas. O segmento tem sido apresentado dentro do É de Casa, aos sábados, mantendo um já tradicional momento da Globo falar de si mesma. Ou seja, se o Se Joga realmente não voltar, é possível que parte de seu conteúdo seja aproveitado em outras atrações.

O É de Casa também exibiu, no último sábado (09), uma versão compacta de Cartas Para Eva, programa com Angélica produzido pelo canal GNT. Ou seja, produções originais dos canais da Globosat também têm sido bastante requisitadas pela Globo aberta para manter seu entretenimento funcionando. Uma boa solução para momentos que pedem criatividade para driblar as dificuldades atuais.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais