Globo cansa público ao promover reapresentação na íntegra de Salve-se Quem Puder

Produção sofre por conta da reprise precoce e semelhança com Haja Coração

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao trazer os capítulos finais de Amor de Mãe, a direção da Globo optou por promover um “resumão” de duas semanas para refrescar a memória do público e prepará-lo para a conclusão da história. No entanto, com Salve-se Quem Puder, a estratégia foi reexibir, praticamente na íntegra, o início da novela de Daniel Ortiz. Com isso, a trama tem provocado uma inevitável sensação de cansaço.

É até compreensível as estratégias diferentes para as duas novelas. Amor de Mãe já havia passado do capítulo 100 quando foi interrompida. E a audiência da trama, embora não tenha sido nenhum fiasco, também não era um estouro. Por isso, reexibir 100 capítulos na íntegra para, em seguida, fechar com 23 inéditos, não fazia mesmo muito sentido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já Salve-se Quem Puder saiu do ar há poucas semanas de sua estreia. Entre janeiro e março de 2020, a Globo exibiu pouco mais de 50 capítulos da obra. Além disso, a trama registrava uma boa audiência. Com isso, deve ter pesado uma espécie de relação “custo-benefício”: valia a pena reexibir o início, já que não eram tantos capítulos assim, e o prejuízo era pouco provável. Além disso, ganha-se mais tempo para a preparação da substituta.

Mas, apesar de fazer sentido, a estratégia não parece boa diante do ponto de vista do público. Afinal, os primeiros capítulos de Salve-se Quem Puder foram exibidos há um ano. Por mais que tenha havido uma pausa e duas outras novelas tenham sido mostradas neste período, as sequências ainda estão frescas na memória. Revê-las causa um déjà vu um tanto desanimador.

Claro, muita coisa foi esquecida neste um ano. Então, sim, reintroduzir a história era algo necessário. Mas poderia ter havido um meio-termo nesta estratégia. Não precisava fazer um resumão tão compacto quanto o de Amor de Mãe. Mas também não era necessário exibir de novo todos os capítulos. A possibilidade de parte do público debandar existe.

Efeito Haja Coração

Além disso, ainda há um fator a mais: a reprise de Haja Coração. Como já dissemos aqui anteriormente, as duas novelas são de Daniel Ortiz e tem pegadas muito semelhantes. É o mesmo tipo de humor, a mesma aposta em triângulos amorosos, e até vários dos mesmos atores.

Ou seja, neste um ano, a Globo promoveu uma verdadeira overdose de Daniel Ortiz, afinal, foram duas exibições de Salve-se Quem Puder e uma reapresentação de Haja Coração no horário das sete. É um verdadeiro teste de paciência para o público.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio