Globo acerta ao apostar em novos autores de novela

Publicado em 29/05/2017

Nos últimos anos, o Núcleo de Teledramaturgia Diária da Globo, encabeçado pelo autor Silvio de Abreu, fez uma série de lançamentos de novos autores de novelas. E, pelos resultados alcançados atualmente, é possível afirmar que tais apostas revelaram-se um grande acerto.

O caso mais recente é Malhação: Viva a Diferença, assinada por Cao Hamburger. Cao é tarimbado, mas faz sua estreia como novelista, e não decepcionou. Pelo contrário: sua Malhação imprimiu um toque de realidade e novidade que estão fazendo a diferença. Não por acaso, a atual temporada vem fazendo sucesso já em seu início, coisa que não acontecia na novelinha há muito tempo.

Outras apostas certeiras foram Alessandro Marson e Thereza Falcão, que assinam Novo Mundo, e Maria Helena Nascimento, a dona de Rock Story. A trama das seis é outra que agradou de cara e está fazendo bonito, tanto na audiência quanto na qualidade da produção. Já a novela das sete entra em seus capítulos derradeiros entregando ao público uma história muito bem construída, redondinha, e sem nenhuma barriga.

E os lançamentos não param. Claudia Souto, autora de Pega Pega, a substituta de Rock Story, também está estreando na função. Essa movimentação é interessante e necessária, já que garante a sobrevivência do gênero. Afinal, vários dos autores veteranos já anunciam suas aposentadorias, e a novela precisa continuar. O folhetim eletrônico ainda é o carro-chefe da televisão brasileira e, portanto, a garantia de continuidade é fundamental.

SBT extingue Cine Belas Artes: será o início do fim dos filmes na emissora?

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.