Fina Estampa e as outras “novelas da pandemia” podem ser cortadas impiedosamente na Globo?

Veja quanto tempo podem durar as atuais reprises da Globo, se seguirem o ritmo da que vai ao ar às 21h

Publicado há 4 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (3) vai ao ar o último capítulo de Malhação – Toda Forma de Amar, de Emanuel Jacobina. A temporada da “novelinha” (entre muitas aspas) da TV Globo acaba três semanas antes do que se previa. Seu desfecho foi antecipado devido à pandemia de Coronavírus, que fez com a emissora suspendesse as gravações, como se sabe.

Ao longo desta semana, a atração que abre as noites da Globo foi a única com capítulos ainda inéditos. Os outros horários estão ocupados com reprises: Novo Mundo às 18h, Totalmente Demais às 19h e Fina Estampa às 21h. Tal qual a suspensão de gravações, a duração dessas reprises também tem ainda tempo indeterminado para permanecer no ar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os capítulos iniciais de Novo Mundo e Totalmente Demais não sofreram tanto com a tesoura. Ao contrário dos de Fina Estampa, que do dia 23 para cá já exibiu acontecimentos de mais do que as duas semanas no ar que completará neste sábado (4), se compararmos com os capítulos originais de 2011.

Se o mesmo ritmo de aproveitamento, que tem concentrado a história nos entrechos centrais, for mantido até o final de Fina Estampa, a novela deve ter em torno de 100 capítulos nessa “edição especial”. Isso significa quatro meses no ar, seis noites por semana, o que deixaria Griselda, Tereza Cristina e cia. em cartaz até o final de julho.

Totalmente Demais teve 175 capítulos entre 2015/16 e, se for resumida mais ou menos da mesma forma que a novela das 21h a partir da semana que vem, também pode chegar ao fim nos últimos dias de julho.

Novo Mundo, por sua vez, teve menos capítulos do que suas “irmãs”: foram 160. Os seis meses originais, caso sejam compactados de forma semelhante à de Fina Estampa, se esgotam em três. De modo que podemos dizer que, nessas condições, talvez no começo de julho a faixa das 18h já tenha outra atração.

Reitero que a emissora ainda não sabe quanto tempo as reprises devem durar e parte-se aqui apenas de uma comparação dos capítulos atuais com os originais para aproximação do tempo de duração que as reapresentações podem ter. Ademais, também devemos salientar que bons resultados de audiência podem fazer com que a ação da tesoura nessas novelas seja menos “nervosa”.

Infelizmente ainda não há previsão de condições seguras para que os atores de Malhação – Transformação, Nos Tempos do Imperador, Salve-se Quem Puder e Amor de Mãe retornem aos Estúdios Globo. Por mais que os telespectadores tenham se animado com todas ou algumas das opções escolhidas para reprise, o ideal seria que elas durassem o mínimo possível. Não apenas para que as atrações planejadas possam ir ao ar, como também pelo significado disso: a pandemia se encaminhando para o fim, ou ao menos para condições menos sofridas para todos.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais