Faustão comemora 28 anos de seu Domingão

Publicado há 4 anos
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Hoje, domingo (26), o Domingão do Faustão comemora 28 anos interruptos no ar e de uma história de sucesso. Depois dele, nossas tardes de domingo nunca mais foram as mesmas.

Em 1989, quando estreou a atração, eram poucas as mídias voltadas para o entretenimento. Além do rádio, só a TV chegava às casas de todos os brasileiros. Mesmo em 2017, com muitas mídias direcionadas a esse público, a atração consegue se manter na liderança do Ibope,  e sendo um dos maiores faturamentos da emissora dos Marinho, mas sem dúvida nenhuma,  o grande sucesso da atração é o carisma de seu anfitrião, no caso, Fausto Silva.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Faustão sabe como ninguém a comandar uma atração ao vivo, não cai na cilada de seus concorrentes, com o sensacionalismo barato. Ele mostra o que o público que ver.  Com uma atração leve e com conteúdo, o Domingão tem fôlego para seguir em frente e conquistar cada vez mais público.

No fim do ano passado, conversei com Fausto Silva e ele revelou os segredos de seu (nosso!) Domingão. “O programa é parecido com jornal e revista. É ter insatisfação permanente e renovação constante. O tempo todo temos que renovar. Às vezes a gente acerta, outras não. Tem um pouco de sorte também. Não temos que desanimar. Quanto maior o seu sucesso, mais você é cobrado e maior é a exigência. Com todo mundo é assim, né?”, revelou.

Questionado em relação às novas plataformas, Fausto é direto. “Cada um tem um jeito. Há trezentos anos, falavam que o rádio iria desaparecer. Depois apareceu o cinema, e disseram que a televisão iria desaparecer. Mesma coisa que quando começaram baixar música pela internet, que as gravadoras iriam desaparecer. Não é bem assim. Tudo vai se ajeitando. A tevê irá ficar muito mais segmentada sem dúvida nenhuma. Esse tipo de televisão para todo mundo é mais difícil de fazer e vai sofrer mais problema. Enfim”, relatou.

Eu fiz parte do Domingão durante 7 anos e agradeço ao Fausto Silva por transformar a minha vida para melhor. Entrei um menino e sai um homem. Fausto, obrigado por tudo do cara que o admira muito. Continue sempre animando as nossas tardes de domingo.

 Com gratidão, André Romano.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais