Em tempo de reprises, Tapas & Beijos é uma boa pedida

Série fez muito sucesso entre 2011 e 2015

Publicado há 4 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com tantas lacunas para preencher, em razão da paralisação de sua produção de dramaturgia, a Globo vem recorrendo a reprises diversas. Neste contexto, há reprises precoces, de atrações ainda frescas na memória do público, e reprises que chegam na hora certa. Tapas & Beijos, “novidade” da noite de terça, faz parte do segundo grupo.

Exibida entre 2011 e 2015, Tapas & Beijos foi um programa-chave dentro da linha de shows da emissora. A série foi uma encomenda da emissora, que desejava uma comédia no mesmo estilo de A Grande Família para ocupar as noites de terça. Isso porque a faixa pertenceu, durante muitos anos, ao Casseta & Planeta, Urgente!, que foi cancelado ao final da temporada 2010.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Parecia um grande desafio. Não apenas por suceder um programa clássico da emissora, mas também pela missão de fazer algo aos moldes de A Grande Família, sucesso das noites de quinta. Afinal, a crônica da família Silva foi um feliz caso de elenco entrosado, direção esperta e um texto que conseguia amadurecer a cada temporada. Tudo isso regado a um humor classudo, mas acessível e popular, no melhor sentido da palavra.

Para garantir tais características, Tapas & Beijos foi criada pela mesma equipe de A Grande Família. Com Claudio Paiva na redação final, e Maurício Farias na direção de núcleo, a série conseguiu se sair bem na missão de manter o estilo de comédia da atração de quinta-feira. E, também, de criar personagens que conseguiram estabelecer uma relação afetiva com o público. Não é pouca coisa.

Casamento à moda antiga

Tapas & Beijos gira em torno de Fátima (Fernanda Torres) e Sueli (Andrea Beltrão), duas grandes amigas que trabalham numa loja de noivas. As duas vivem de “realizar sonhos” das noivas, mas elas mesmas não conseguem se casar. Em busca deste sonho, elas cultivam relações conturbadas (e divertidas) com Armane (Vladimir Brichta) e Jorge (Fabio Assunção).

Em cinco temporadas, Tapas & Beijos retrata as idas e vindas dos casais principais, que vivem num casa/separa. Além disso, junto ao Djalma Noivas, loja onde as protagonistas trabalham, há todo um centro comercial no qual orbitam os demais personagens. Assim, a série criou um universo muito próprio, que fugiu da crônica familiar de A Grande Família, mas manteve a relação afetiva entre os personagens, por meio de amizades e romances.

Neste universo vivem Djalma (Otavio Müller) e Flavinha (Fernanda de Freitas), os proprietários da Djalma Noivas; Tavares (Kiko Mascarenhas), advogado picareta que circula pelo local; Jurandir (Érico Brás), garçom do Rei do Beirute e ex de Sueli; e, claro, o divertido Seu Chalita, um dos grandes e eternos momentos do saudoso Flavio Migliaccio.

Por reunir tantas qualidades, e já estar fora do ar há um certo tempo, Tapas & Beijos merece um retorno. Já que é um tempo de repetecos, que seja um repeteco de quilate. É o caso da comédia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio