Dancing Brasil retorna com Xuxa radiante, elenco irregular e Junno “perdido”

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estreia da noite de ontem (26) da RecordTV, o talent show Dancing Brasil promete mais uma temporada de emoções. Como sempre, a atração mostrou sua força estrutural e técnica, oferecendo um espetáculo de alto nível ao público. E Xuxa se mostra cada vez mais à vontade no formato. Entretanto, alguns pontos negativos foram observados na estreia, como o elenco irregular e a performance de Junno Andrade, novo coapresentador do programa.

Com o novo parceiro de Xuxa em cena, a direção do Dancing Brasil optou por dar mais mobilidade à apresentação. Assim, Junno não ficou o tempo todo no mezanino, como acontecia com Sergio Marone e Leandro Lima. O ator e cantor também era visto nos bastidores, entrevistando os competidores antes de entrarem em cena e chamando os VT’s de ensaios. A “quebra” da estrutura habitual foi um acerto, já que deu um novo ritmo ao desenrolar da atração, que costumava ser muito “quadradinha”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Veja perfis e fotos dos participantes da quarta temporada do Dancing Brasil

Com o novo ritmo, Xuxa Meneghel também teve espaço para mostrar a que veio. Ela ainda segue muito presa ao texto pouco inspirado do programa, mas surpreende e diverte nos momentos em que se permite sair do roteiro. Sobretudo na interação com os participantes e os jurados, Xuxa dá sua opinião, faz graça e se diverte. Com isso, deixa claro aos olhos do público que está feliz ali. E isso é fundamental. Em suma, Xuxa está radiante e retornou ao ar com força.

Junno não disse a que veio na estreia do Dancing Brasil

Enquanto Xuxa estava plena na condução do Dancing Brasil, o mesmo não se pode dizer de seu namorado. Junno Andrade é simpático e esforçado, mas parecia um tanto deslocado na função de repórter da atração. Em suas aparições, Junno fazia perguntas óbvias, sem se permitir sair do lugar-comum. Com isso, as comparações com seu antecessor, o ator Leandro Lima, foram inevitáveis.

Leia também: Internautas criticam atuação de Junno na estreia de Dancing Brasil

Leandro Lima levou a coapresentação do Dancing Brasil a um outro patamar, após o desempenho mediano de Sergio Marone. Leandro ria e se divertia com os participantes, além de fazer um ótimo bate-bola com Xuxa. Já Junno cumpriu um papel burocrático, até mesmo na interação com Xuxa. Talvez por conta do receio de não levar a intimidade do casal para o palco, o entrosamento entre os dois em cena se mostrou frio.

Elenco irregular

Outro ponto fraco da estreia do Dancing Brasil foi o elenco irregular de participantes. Na primeira temporada, o número de nomes expressivos na disputa surpreendeu. Porém, nas demais, a mescla de nomes conhecidos e outros nem tanto foi ficando cada vez maior. Deste modo, o atual Dancing Brasil parece reunir o maior número de artistas que andavam meio sumidos da história do programa.

Além disso, a escalação de elenco do Dancing Brasil acabou deixando ainda mais claro um problema que começa a ser constante na RecordTV. Afinal, a emissora vem exibindo uma série de realities que conta com “famosos” no elenco. Só neste ano, além do Dancing, houve Power Couple, Canta Comigo e A Fazenda. Com isso, o “reaproveitamento” de artistas tem ficado cada vez evidente. É o caso de Fran Grossi e Nizo Neto, que pularam do Power Couple direto para o Dancing Brasil. O mesmo Power Couple de onde “surgiram” Nadja Pessoa e Rafael Ilha, atualmente em A Fazenda.

Mas isso não tira o brilho do programa, que segue como a mais bem-feita atração da linha de shows da RecordTV. Neste momento em que o canal completa 65 anos com poucos bons produtos para oferecer, Dancing Brasil é um destaque positivo.

Leia também: Mesmo com casal protagonista irregular, Espelho da Vida é promissora

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Veja também a nossa vídeo crítica:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio