Crítica: Até quando homofobia vai ser tratada como humor no SBT?

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste domingo (20), durante o Jogo dos Pontinhos, quadro do Programa Silvio Santos, mais uma vez, numa das atrações mais antigas do SBT, um show de preconceito disfarçado de humor foi ao ar.

Quando Silvio Santos indagou aos participantes sobre o que Carlinhos Aguiar estava se tornando com o passar da idade, eis que surgiu o humorista Cabrito Teves para dizer que “quanto mais velho, o Carlinhos Aguiar fica mais veado”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa não é a primeira vez que o xingamento homofóbico entra na roda de ‘brincadeiras’ do formato e infelizmente não será a última. O uso de palavras ofensivas que possam indicar que alguém seja homossexual e fazer disso um grande circo quase que se tornou frequente no dominical.

Veja 8 vezes que Silvio Santos foi indelicado em seu programa

Infelizmente não parece ser do interesse da produção pedir que os convidados parem de fazer piada com algo que ofende uma parcela do seu público e que deveria ser combatido com veemência.

O que aconteceria se algum ataque racista justificado como piada fosse veiculado? Provavelmente o famoso seria processado e até poderia ter que sumir por um tempo da atração. Mas nada é feito quando o assunto é relacionado à diversidade sexual. Até quando? Só o dono do Baú pode responder.

Assista:

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais