Com viradas surpreendentes, BBB20 sobrevive às saídas de “vilões”

Publicado há 7 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A saída de Lucas na noite desta terça-feira (18) no Big Brother Brasil representou a quase extinção do “clube dos machos” do BBB20. Apontados como “vilões”, Lucas, Hadson e Petrix foram eliminados em sequência, enfraquecendo um lado que se mostrou agente de intrigas desde o início da temporada. No entanto, surpreendentemente, isso não representa uma perda para o programa. O reality da Globo tem sido marcado por viradas intensas.

Normalmente, não faltam espectadores que defendem a permanência dos “vilões” nos realities de confinamento. Afinal, assim como num folhetim, são estas figuras que garantem o agito da casa. Um BBB sem vilões se transforma numa colônia de férias. E a temporada de 2019 ensinou a todos que não é isso que o público deseja ver.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entretanto, o BBB20 segue colhendo os frutos de ter em mãos um elenco muito bem escolhido. Cada vez mais, o grupo se mostra um grande acerto da temporada. Os conflitos que se desenharam no início da saga foram sendo constantemente alterados, com novas situações a todo momento. Além disso, há nomes que murcham e crescem com bastante velocidade. Veja o que aconteceu nesta semana: Victor Hugo, que passava quase despercebido, protagonizou vários momentos; Pyong, inicialmente favorito, vem perdendo força; e até Babu, anteriormente visto como sensato, vem conquistando antipatia de alguns.

Plot twists no BBB20

Ou seja, são tantas as mudanças de rumo que o BBB20 não só emula a narrativa de uma novela. O reality vem, também, ganhando características de série. Os temas que movem a casa vão se modificando com tamanha velocidade, que parecem arcos de tramas que se encerram para que novos arcos surjam. Assim, o BBB é praticamente um seriado de TV, cheio de plot twists.

Deste modo, a audiência que defende a permanência de “vilões” pode ficar tranquila. Ao que tudo indica, o grupo que fica ainda tem tantas possibilidades a serem exploradas, que é bem pouco provável que a casa enfrente algum marasmo. Até porque ainda há vilões declarados na casa. E há personagens que ainda podem se revelar vilões.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.   

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais