Com entrada de Thales, Ti-ti-ti faz ótima abordagem da temática homossexual

Armando Babaioff entra em cena para formar par com personagem de André Arteche

Publicado em 5/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Ti-ti-ti, o surfista Thales (Armando Babaioff) entra em cena para dar uma virada na vida de Jaqueline Maldonado (Claudia Raia). No entanto, o destino do rapaz vai ganhando novos contornos na reta final da novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, em cartaz no Vale a Pena Ver de Novo. Thales dará uma importante contribuição à temática homossexual dentro do enredo.

Ti-ti-ti sempre tratou do assunto com muita verdade, leveza e sensibilidade. A história de Julinho (André Arteche) e Osmar (Gustavo Leão) é fundamental para o desenvolvimento da saga de Marcela (Isis Valverde), e, assim, tem grande peso na história principal. Depois disso, todo o processo de aceitação de Bruna (Giulia Gam), que inicialmente rejeitava a ideia de seu filho Osmar ser homossexual, também tem amplo espaço na história.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Hoje pode parecer banal, mas, em 2011, quando a novela foi ao ar, a abordagem era bastante avançada. Ti-ti-ti levou toda a saga de Julinho com uma delicadeza tamanha, que o público da época embarcou na história. Os diálogos bem estruturados envolvendo Julinho e sua sogra levavam ao espectador informações importantes sobre o que é, de fato, a homossexualidade. Mostrar Bruna vencendo um preconceito e acolhendo Julinho foi de uma grandiosidade ímpar.

Neste contexto, a chegada de Thales dá um novo gás deste entrecho da história. Nesta altura da trama, Julinho já é um dos personagens mais queridos da novela. Assim, forma-se uma torcida natural da audiência para que o rapaz tenha um final feliz. E é com a chegada de Thales que isso acontece.

Com Thales, Ti-ti-ti coloca luz sobre outro assunto interessante, que é o da descoberta da própria condição. Em seguida, surge o amor por Julinho, que culminará num belo relacionamento. Com direito a torcida e ao final feliz.

Relembrando: tudo isso foi ao ar em 2011, antes do comemorado beijo entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), de Amor à Vida, que só aconteceu no início de 2014. Naquele momento, uma novela (ainda mais das sete) despertar torcida para o final feliz de um casal homossexual era um grande feito. Este é um dos vários méritos de Ti-ti-ti, que deve se despedir do Vale a Pena Ver de Novo em breve.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio