Com conteúdo inédito na gaveta, SBT erra ao reprisar Fábrica de Casamentos

Em tempos de reprise, quem tem conteúdo inédito se destaca

Publicado há 2 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em meio a tantas produções interrompidas em razão da pandemia de coronavírus, o reality show Fábrica de Casamentos, do SBT, também parou os trabalhos. A emissora vinha gravando episódios da quarta temporada da atração, que faz sucesso nas noites de sábado do canal. Com cerca de metade dos episódios da nova leva já gravados, a emissora de Silvio Santos cogitou estrear a temporada nova assim mesmo, com menos capítulos. Mas voltou atrás e está exibindo reprises.

Trata-se de um erro do SBT. Afinal, neste tempo de pandemia em que as emissoras se viram obrigadas a paralisar suas produções, quem tem um bom material de gaveta acaba se destacando. Afinal, as emissoras têm promovido um festival de reprises para suprir a falta de conteúdo inédito. Mas, se há conteúdo inédito, o mais correto é exibir. Há muita gente em casa, por conta da necessidade de isolamento social, que busca um programa inédito para assistir.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na Globo, por exemplo, as novelas já estão em reprise, assim como alguns programas de auditório. No entanto, o Caldeirão do Huck segue com atrações inéditas. Como o próprio Luciano Huck explica, em cabeças gravadas posteriormente, quadros como o The Wall foram gravados anteriormente e, por isso, seguem inéditos. No próprio SBT há exceções em meio às reprises, como o quadro Comprar É Bom, Levar É Melhor, do Domingo Legal. Com uma temporada já completa, o programa de Celso Portiolli o exibe normalmente.

Repeteco

Mas isso não aconteceu com Fábrica de Casamentos. A emissora optou por reprisar episódios de temporadas passadas e estrear a nova leva apenas quando as gravações forem retomadas. O que não faz muito sentido. Afinal, os episódios de Fábrica de Casamentos são isolados entre si. Sendo assim, exibir uma temporada incompleta não compromete a compreensão do público.

Ou seja, o programa de Chris Flores e Carlos Bertolazzi poderia ser um dos poucos conteúdos inéditos do canal a dar as caras na programação nestes tempos difíceis. Seria uma boa opção ao público que só tem a TV aberta como entretenimento. Infelizmente, este público terá que encarar mais uma enxurrada de reprises.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais