Com boa frente de gravações, Caldeirão do Huck se mantém “intacto” na quarentena

O programa é o único programa de auditório que não sentiu os efeitos da pandemia

Publicado há 5 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com a necessidade de se adaptar às regras de distanciamento social, a Globo se viu na obrigação de fazer inúmeras mudanças em seus programas de entretenimento. Atualmente, Fátima Bernardes comanda o seu Encontro sem plateia e com muitas entrevistas por videoconferência. Afastada, Ana Maria Braga faz aparições no mesmo programa, gravadas de sua casa. Também em casa, Fausto Silva comanda seu Domingão do Faustão, e Pedro Bial toca o Conversa com Bial. Somente Luciano Huck segue normalmente. Desde o início da pandemia, Caldeirão do Huck segue praticamente o mesmo.

As mudanças não atingiram o Caldeirão do Huck de maneira radical. Há apenas algumas “cabeças” e merchans gravados sem plateia, algumas na própria casa do apresentador. No mais, a atração ainda exibe quadro com grandes plateias, como o The Wall e Pequenos Gênios, a novidade deste ano. Isso porque estes quadros foram gravados com muita antecedência, fazendo com que eles seguissem no ar, com edições inéditas, mesmo neste momento de grandes mudanças. Esta ampla frente de gravações até obriga o programa a avisar o público, a todo o momento, que foi gravado antes da pandemia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Esta vantagem se dá em razão da grande estrutura adotada pelo Caldeirão do Huck há alguns anos. Não é exagero dizer que o Caldeirão não é um único programa, mas vários programas diferentes em um. Cada quadro exige estrutura individual, muitos deles com produções suntuosas. Com isso, vários deles são gravados antecipadamente e numa tacada só, para otimizar a produção e manter o programa sempre com novidades. Essa característica foi fundamental para manter o programa de Luciano Huck inédito sem maiores alterações. Seu formato “colcha de retalhos” e seu esquema de gravação bastante organizado serviram como vantagem neste momento. É o único programa de auditório que ainda não sentiu os efeitos da pandemia.

Experiências

Mas Caldeirão do Huck não saiu 100% ileso da pandemia. Quadros atuais, como o Gonga La Gonga, não tiveram tempo para novas gravações. Assim, o “show de calouros” do programa foi o primeiro a passar pela experiência de se adaptar às gravações remotas. O quadro ganhou uma versão no qual Luciano Huck, de casa, conversa com os jurados, também de casa, e todos juntos assistem às apresentações, com os concorrentes cada um na sua casa. Esta versão de videoconferência funcionou bem.

Ou seja, ao mesmo tempo em que escoa todo o material já gravado, a atração ganha tempo para se adaptar. Com isso, Caldeirão do Huck não foi pego de surpresa e teve tempo suficiente para elaborar suas adaptações, para não ter de recorrer às reprises, como vem fazendo Faustão e Serginho Groisman. Bom para o público, que tem uma opção inédita para entretê-lo nesta quarentena.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais