Chegada de Sofia dá início à “fase sombria” de Totalmente Demais

Entrada de vilã inconsequente muda o clima da novela das sete

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com a edição especial de Totalmente Demais, o público pôde confirmar a força da história de Rosane Svartman e Paulo Halm. O sucesso que a trama alcançou em sua exibição original foi realmente legítimo, e o excelente desempenho do repeteco reafirma a qualidade da produção. No entanto, a novela tem seus deslizes, que começam a aparecer agora.

A volta de Sofia (Priscila Steinman) muda um pouco o rumo de Totalmente Demais. Até então, a filha de Germano (Humberto Martins) e Lili (Vivianne Pasmanter) estava morta, e só aparecia por meio de flashbacks. É a falta da filha que desencadeia a crise entre o casal, e também o ar melancólico que Lili ostenta ao todo de toda a obra.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apesar de ausente, a personagem sempre foi presente. Aos poucos, a família vai descobrindo o real caráter de Sofia. Ao contrário do que pensavam, ela nunca foi flor que se cheire. Assim, quando Sofia surge vivinha da silva, já se espera que uma nova vilã está chegando.

E é isso mesmo que acontece. Sofia chega disposta a acabar com sua família. E sua principal vítima será Eliza (Marina Ruy Barbosa), a irmã que ela acaba de descobrir. Com isso, a chegada da herdeira da Bastille instala uma atmosfera mais soturna a Totalmente Demais, até então uma novela solar. E isso tira um pouco o brilho da história.

Maldades e maldades

Totalmente Demais é uma novela muito marcada por tipos tridimensionais. A mocinha não é tão frágil como manda o estereótipo, e seus dois interesses amorosos são dois homens cheios de imperfeições. E a principal vilã, Carolina (Juliana Paes), está longe de ser uma sociopata, muito pelo contrário. Ela arma para se dar bem, mas também tem um lado romântico, amoroso e compreensivo.

Já Sofia não tem estas nuances. Ela é má e ponto. Ela surge para chacoalhar a reta final de Totalmente Demais e se mostra uma vilã inconsequente e sem limites. Com isso, é possível dividir a trama em duas fases: a fase que envolve todo o concurso Garota Totalmente Demais, e a “fase Sofia”.

Curiosamente, o mesmo truque foi repetido pelos autores em sua obra seguinte, Bom Sucesso. Elias (Marcelo Faria), o ex-marido da mocinha Paloma (Grazi Massafera), também passou boa parte da novela “morto”. Mas reapareceu, vivo, na reta final, e, assim como acontece com Sofia em Totalmente Demais, Elias também muda o tom de Bom Sucesso.

Isso não tira o mérito de Totalmente Demais, longe disso. A novela é um sucesso porque consegue contar um típico conto de fadas de uma maneira simpática, inteligente e bem intencionada. Mas a “fase Sofia”, sem dúvidas, é o momento menos inspirado da novela.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais