Sem apelo

Casa Kalimann beira o ridículo e prova que genialidade também falta na Globo

Nova atração do Globoplay tem conteúdo questionável e apresentadora ruim

Publicado em 28/04/2021

Já passou de meia-noite? Então já tem Casa Kalimann no ar, no Globoplay“, anunciou Tiago Leifert no encerramento do BBB 21 na madrugada desta quarta-feira (28). À conferir, faltou tudo e mais um pouco neste que mais parece ser um programa independente, desses com horário comprado que permeiam a grade de algumas emissoras de TV aberta.

O Casa Kalimman, apresentado pela influenciadora e ex-Big 20 Rafa Kalimann, não tem apelo algum, ocupa espaço e é inútil. A aprendiz de apresentadora recebe convidados para puxar assuntos fracos, que não geram o menor interesse. No decorrer da arrastada conversa sobre o nada – que sequer pode ser chamada de entrevista – , Kalimann coloca seus convidados em situações vexaminosas com provas bobas e que beiram o ridículo.

Com uma cenografia de arder os olhos de tantas cores que, não bastasse, ainda se misturam ao figurino infantilizado da Rafa Kalimann, sendo ela totalmente o oposto de toda a embalagem mostrada ali, chega a ser incompreensível como a direção da Globo e os idealizadores da atração conseguiram colocar no ar algo tão ruim.

Não existe a obrigatoriedade e nem seria saudável para a existência da televisão ou do streaming, de que suas atrações entreguem somente conteúdos intelectuais ou que sejam didáticos, tampouco que tenham alguma prestação de serviço. Estamos saturados disso.

Por isso o entretenimento puro se faz valer cada vez mais diante dos impactos da pandemia no cotidiano das pessoas. Mas investir tempo e dinheiro em tamanha imbecilidade como é o programa de Kalimman, faltou o mínimo de sanidade.

Quem começa a assistir o Casa Kalimann não sente vontade de ver o próximo programa. E isso não é culpa da apresentadora – mesmo ela não imprimindo nada da profissão. Rafa, que por sinal, chegou a ser chamada de “inimiga do carisma” e foi detonada nas redes sociais.

No mais, tudo não passa de uma enganação. Um programa precisa minimamente fazer valer a sua existência e isso não acontece ali. Agora pensem comigo: imaginem a tragédia que seria Rafa Kalimann em Verdades Secretas? É certo que na Globo tudo funciona e ela é uma verdadeira fábrica de produzir grandes talentos, mas ainda não faz milagre.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de sua autora e podem ou não refletir a opinião deste veículo.