Carol Duarte nos faz lembrar a jovem Meryl Streep

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quem acompanha A Força do Querer, percebe que a trama parece a seleção brasileira de nosso país – só tem os melhores em sua escalação. De Lília Cabral a Juliana Paes. Não tem um ator mais ou menos nessa trama. Todos são viscerais! Além do texto inspirador de Gloria Perez, a escalação é um dos fatores principais que vem conquistando o espectador. A trama já está se encaminhado para os 40 pontos de audiência, algo quase impossível nos dias atuais, onde outras plataformas conquistam o público mais jovem. Gloria Perez sabe o que o público quer assistir. Tirou a violência; e focou na relação humana – violência a gente já vê nos telejornais. Ponto pra ela!

Falando nessas relações, que eu entro na personagem principal dessa resenha, Carol Duarte, a jovem atriz que vem arrasando no papel da doce Ivana, que não se reconhece no próprio corpo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carol Duarte é a típica atriz que ama realmente o que faz. Ela diz isso com o olhar. Nada veio fácil na vida dessa paulistana, que pensou em desistir da carreira antes de fazer o teste para interpretar a polêmica e intensa Ivana. Os deuses do teatro conspiraram a favor dela, e, hoje ela brilha lindamente em um trama das nove.

Eu tive o prazer de conversar com essa menina durante três vezes. Sempre muito doce, e, segura. Ela nos faz lembrar a jovem Meryl Streep, que assim como Duarte, começou sua jornada no tablado; e arrebatou o mundo. Não tenho dúvida, que todos os prêmios desse ano direcionado a revelação serão de Carol. Ela faz o que ama. E, isso fica claro nas suas cenas. Assim, como Meryl Streep, Carol sabe o que quer. Quem sabe o primeiro Oscar não vem de sua atuação (ela vai brilhar muito no cinema também)? Eu creio nisso! Carol, parabéns!!!

Leia também: “A novela é apenas uma faísca para abrir discussão” diz Carol Duarte sobre o preconceito contra transsexuais no Brasil

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio