“Cancelado” após denúncia de assédio, José Mayer está mais presente do que nunca nas novelas globais

Contando Globo, Viva e Globoplay, só em 2020 são sete novelas com o ator no elenco disponíveis para o público

Publicado há 3 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde o começo de 2017, quando vivia o Tião Bezerra de A Lei do Amor, novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari e foi alvo de denúncias de assédio sexual da figurinista Susllem Tonani, José Mayer foi “cancelado”, para usar um termo em voga ultimamente.

Pouco depois, o contrato do ator com a TV Globo expirou e não foi renovado. Desde então, embora não tenha mais interpretado nenhum personagem em qualquer produção da emissora ou de outros canais do mesmo grupo – nem de outros –, José Mayer tem sido presença constante tanto na Globo quanto no Viva.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ainda em 2017, Mayer pôde ser visto na tela do Viva como Osnar em Tieta (1989/90), novela que recentemente foi inserida no catálogo do Globoplay. Pouco depois, o Fernando de Fera Radical (1988) também esteve em cartaz no canal pago. A propósito, essa também é uma novela que entrará no Globoplay, na próxima segunda-feira (17).

Na outra semana, no dia 24, o Viva, sempre ele, terá em cartaz Mulheres Apaixonadas (2003), de Manoel Carlos, em dois horários de segunda a sábado, mais uma maratona da semana aos domingos. José Mayer viveu nessa novela o Dr. César, paixão da vida de Helena (Christiane Torloni).

Em setembro, uma mesma novela será oferecida em dose dupla aos espectadores. Também de Manoel Carlos, Laços de Família (2000/01) chega ao Vale a Pena Ver de Novo no dia 7 e ao Globoplay em versão integral no dia 14.

Dependendo do ponto de vista a dose será tripla, já que a edição das novelas que entram em cartaz na faixa vespertina de reprises da TV Globo também é disponibilizada para os assinantes do serviço de streaming.

Isso sem falar na reapresentação em 2018 pelo Viva de A Indomada (1997), de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, outra novela que em breve entra no catálogo do Globoplay, e na de Selva de Pedra (1986), de Janete Clair, entre 2019 e 2020.

A primeira foi estrelada por Mayer como Teobaldo Faruk, ao lado de Adriana Esteves, e a segunda teve o ator em papel coadjuvante, mas de destaque: Caio Márcio Vilhena, primo e rival do protagonista Cristiano (Tony Ramos).

E em março deste ano, diante da impossibilidade de prosseguir com a apresentação de Amor de Mãe às 21h, a TV Globo recorreu a Fina Estampa (2011/12), de Aguinaldo Silva, com quem em papel de grande destaque? Acertou quem disse José Mayer.

Ele é Pereirinha, o marido malandro de Griselda (Lília Cabral) que se envolve com a vilã Tereza Cristina (Christiane Torloni). Entre a busca por um tesouro escondido na própria casa e os “robalos” que vende para a megera, o personagem rouba a cena sempre que aparece.

As denúncias feitas contra José Mayer, ainda que verdadeiras – não se discute aqui a veracidade ou a validade delas, que fique claro –, não foram levadas adiante pela vítima nos tribunais.

O talento do ator pode ser visto e revisto nos trabalhos citados e em muitos outros, vários do quais também por entrar no Globoplay – ou prontos para serem novamente reprisados na TV. Com efeito, esse “cancelamento” de José Mayer não parece ter sido assim tão efetivo…

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais