Bem intencionado, Superpoderosas tem potencial na Band

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estreia desta semana da Band, o feminino matinal Superpoderosas começou mostrando boa intenção. Versão para a televisão da plataforma Escola de Você, concebida por Ana Paula Padrão e Natália Leite, a atração tem como trunfo a aposta na informação voltada para a mulher. Na estreia, a apresentadora Natália Leite recebeu a própria Ana Paula Padrão, além da miss Brasil Monalysa Alcantara e a atriz Carolina Ferraz para um bate-papo sobre autoconhecimento.

Apesar de não fugir da ansiosidade que acomete qualquer estreia, com a preocupação de querer mostrar ao público sobre o que é o programa, Superpoderosas mostrou ter potencial. A proposta de oferecer ao público interatividade e informação sobre carreira, mercado de trabalho, finanças, saúde e empreendedorismo faz com que Superpoderosas fuja do formato clássico de programa feminino, calcado em fofocas, culinária e artesanato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estreia do Superpoderosas repercute na web; veja

Para a Band, que acabou de lançar o Melhor da Tarde, que é tão “tradicional” que parece até antigo, o novo Superpoderosas é um ganho. Trata-se de uma aposta junto ao público feminino, que a emissora tem tentado angariar, mas fugindo do convencional. Não que Superpoderosas seja inovador, já que a proposta não difere muito do TV Mulher, um programa que falava sobre tudo a partir de uma ótica feminina. A diferença é a participação constante da audiência, com a proposta de um debate de ideias estendido que pode funcionar bastante.

Natália Leite, conhecida por muitos como repórter de TV, revelou-se uma excelente anfitriã. Simpática, articulada e com repertório, a apresentadora já tomou o programa para si, mostrando segurança e familiaridade com o formato. O desafio, agora, será manter o programa sempre quente, com pautas criativas que não caiam na repetição, além de ter sempre bons convidados, que consigam contribuir com os assuntos propostos. Não é impossível.

Neste momento de investimentos e lançamentos de novas atrações, Superpoderosas se destaca em meio a estas novidades da Band por apostar em formato e conteúdo que, embora não originais, buscam um diferencial. O fato de o canal não ter caído na tentação de fazer um matinal aos moldes de seu recente vespertino já é algo a ser comemorado. Agora, é seguir firme para aperfeiçoar a proposta e conseguir atrair o público. Sem tradição em femininos, a Band terá que formar uma plateia. E isso leva um tempo.

Sucesso da década passada, Celebridade não empolga em reprise

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio