Bake Off Brasil estreia nova temporada com trio principal entrosado

Publicado há um ano
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Emplacando sua quinta temporada nas noites de sábado do SBT, Bake Off Brasil: Mão na Massa teve hoje (10) uma de suas estreias mais suaves. A nova leva segue sob o comando de Nadja Haddad, tendo Beca Milano e Olivier Anquier como jurados. O trio aproveita o visível entrosamento adquirido durante a temporada do ano passado (além da versão com crianças no início do ano) e volta ainda mais afinado.

Nadja Haddad se encontrou no comando do Bake Off. Simpática e muito bem articulada, Nadja constrói uma relação de proximidade com os competidores da atração. Ela sabe se colocar, mas sem interferir no andamento das provas. Com isso, traz humanidade à apresentação, além de extrair o melhor de cada participante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto isso, Beca Milano e Olivier Anquier parecem livres de personagens que poderiam encarnar na composição do júri. Beca é doce (com o perdão do trocadilho), mas não parece fazer tipo. Suas análises são sempre ternas, mas também bastante técnicas. Já Olivier tentou ser o malvado na temporada passada, e a capa de vilão não lhe serviu. Ele, então, foi suavizando sua postura ao longo dos episódios. Na estreia de hoje, o padeiro já desistiu de encarar tal personagem. Está mais natural. Ainda bem!

Trio substituto

O resultado alcançado pelo atual trio do Bake Off Brasil é surpreendente, se levarmos em consideração que os três não estão no programa desde o início. Nadja teve a ingrata missão de suceder duas apresentadoras, Ticiana Villas Boas e Carol Fiorentino. Mas conseguiu colocar sua personalidade no reality e já domina a atração com unhas e dentes.

Enquanto isso, Beca substituiu Carol quando esta deixou de ser jurada para se tornar apresentadora. Em seu terceiro ano no Bake Off, ela já é a cara do programa. Já Olivier sucedeu Fabrizio Fazano Jr, e com muita competência. Porém, estes três não somente são bons nos papéis que exercem, mas também formam um grupo coeso. Eles têm força e química juntos. Daí o sucesso do Bake Off.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais