Apostando em reality shows, É de Casa fica mais interessante

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É de Casa, o programa das manhãs de sábado da Globo, sempre se caracterizou pelo ritmo sonolento. A atração se especializou em oferecer pautas no estilo “faça você mesmo”, trazendo dicas variadas, e muitas delas inúteis ou de gosto duvidoso. Mas isso tem mudado nos episódios mais recentes. Estreias como a do quadro Reforma Certa, no estilo reality show, têm deixado o programa mais interessante.

Reforma Certa estreou há algumas semanas e, basicamente, acompanha a obra de uma reforma no apartamento de Zeca Camargo. O quadro reúne engenheiro, arquiteto, pedreiros e demais profissionais da reforma discutindo e modificando o lar do apresentador. A cada semana, o público acompanha a evolução da obra, bem como as dificuldades típicas de uma reforma grande. Além disso, como se trata do É de Casa, o quadro traz algumas dicas ao público.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Assim, o resultado na tela é um quadro com ritmo, de narrativa típica de realities, o que garante algumas reviravoltas e conflitos. Ou seja, trata-se da boa e velha narrativa folhetinesca que costuma fazer a alegria deste tipo de atração. Deste modo, o É de Casa consegue fugir do ramerrame tradicional, com apresentador e especialista apenas conversando sobre determinado assunto. Ao mesmo tempo, Reforma Certa não foge da proposta do programa, que é, basicamente, um programa sobre a casa. Deu muito certo.

Competição na cozinha

Ao que tudo indica, a aposta em realities ficará mais constante no É de Casa. O programa também prepara uma nova competição culinária, que será apresentada por Patrícia Poeta. No novo quadro, a apresentadora recebe dois famosos e suas mães. Os famosos terão que recriar pratos das matriarcas, que supervisionarão o processo. O chef Roberto Ravióli julgará os pratos.

Ou seja, o novo quadro deve ser, basicamente, uma espécie de mistura entre Duelo de Mães e Minha Mulher que Manda, dois realities do SBT. Mesmo assim, trata-se de algo novo para o matinal, com potencial para chamar a atenção do público, assim como o Reforma Certa.

É interessante perceber que, depois de anos na inércia, o É de Casa está se abrindo para novidades. O programa acerta ao tentar ir além do óbvio e oferecer mais variedades ao público que liga a TV na manhã de sábado. Para um programa que, até aqui, só gerava memes, é um ganho e tanto.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio