Após raro paredão disputado, BBB 21 vive nova reviravolta

Saída de Carla Diaz pode gerar a formação de uma nova galeria de "vilões"

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos fenômenos do BBB 21 que foi pouco visto nas edições anteriores foram os “paredões unânimes”. O grupo dos “vilões”, formado por Karol Conká, Nego Di e Projota foi derrubado com disputas que bateram recordes de rejeição, com eliminações acima de 90%. Ou seja, o barato da terça-feira não era saber quem ia sair, mas como esta pessoa sairia.

Neste contexto, o paredão mais recente ofereceu uma nova emoção ao público do BBB 21. O paredão envolvendo Rodolffo, Carla Diaz e Fiuk polarizou os votos entre o cantor e a atriz. Carla saiu, mas por uma diferença mínima com relação a Rodolffo, neste paredão que teve Fiuk como coadjuvante. Até o anúncio de Tiago Leifert, o nome do eliminado era, verdadeiramente, uma surpresa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ambos tiveram sua parcela de rejeição, daí a disputa acirrada. Rodolffo desagradou ao não se mostrar muito no jogo, ao mesmo tempo em que fez várias colocações equivocadas. Uma delas o levou ao paredão, numa atitude corajosa de Gilberto.

Enquanto isso, Carla Diaz decepcionou parte da audiência ao não aproveitar as informações privilegiadas do paredão falso. Mesmo tendo visto muita coisa, Carla optou por espalhar recados genéricos, perdoar seus algozes e, principalmente, manter seu conturbado relacionamento com Arthur.

Pesos e medidas

Carla realmente não soube aproveitar sua estadia no quarto secreto. Porém, ela também foi muito julgada por estar num relacionamento. Arthur agiu errado com ela várias vezes, mas ela é quem foi vista como trouxa por parte do público. Uma pena que sua saída tenha significado que os espectadores optaram por culpar a vítima pelas situações vividas pela atriz.

Afinal, é claro que Carla perdeu para ela mesma, já que Rodolffo não era um grande adversário. O cantor pouco fez para justificar sua permanência na casa. Ao ficar, deve continuar “em cima do muro”, sem contribuir para o andamento do jogo.

Mas a saída de Carla também representa um novo ponto de virada no jogo. Ao ser eliminada duas semanas depois de sobreviver a um paredão falso, a atriz deixou todos os participantes com a pulga atrás da orelha. As informações desencontradas geradas por estes sinais devem promover uma nova reviravolta no programa.

Isso deve dar mais confiança ao grupo formato pelo próprio Rodolffo, que conta com as presenças de Caio, Sarah e Arthur. E este excesso de confiança pode levá-los a formar uma nova “liga de vilões”. Ou seja, Carla saiu, mas ela não estava errada ao falar numa “segunda temporada” do reality show. É isso o que está acontecendo.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio