Apesar de exibir pela metade, Globo acerta na transmissão do Oscar 2019

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para os amantes da maior premiação do cinema mundial, a Globo nunca foi uma opção para se acompanhar a transmissão do Oscar. Um dos motivos é o canal só passar a mostrar os prêmios por volta da meia-noite, quando duas horas de cerimônia já aconteceram. Além disso, a emissora demorou para acertar um time de comentaristas capaz de contribuir com informações relevantes e, de quebra, tornar a transmissão mais divertida. Por conta disso, assistir pela TNT sempre pareceu mais atraente.

No entanto, na noite de ontem (24), a coisa se inverteu. A TNT afastou o comentarista Rubens Ewald Filho da transmissão, e não o substituiu à altura. Assim, a transmissão do canal pago foi mais burocrática do que nos anos anteriores, roteirizada ao extremo e sem irreverência. Isso é bom para os fãs que não têm paciência para ouvir comentários se sobrepondo aos discursos dos artistas. Mas para o espectador que gosta de ouvir a opinião de críticos brasileiros, a transmissão não teve grandes atrativos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Globo monta cobertura especial para cerimônia do Oscar 2019

Por outro lado, a Globo conseguiu tornar sua transmissão mais divertida com as presenças de Maria Beltrão, Artur Xexéo e Dira Paes. O trio, que comandou o Oscar na Globo pelo segundo ano consecutivo, se mostrou extremamente afinado. Maria, experiente na função, está sempre à vontade. Não apenas apresenta, mas comenta com conhecimento de causa. Assim, forma uma dobradinha interessante com Xexéo, com quem divide a cena no Estúdio I, da GloboNews. Enquanto isso, Dira Paes se junta ao time com traquejo, fazendo boas análises e contribuindo com informações. Assim, o trio comandou o evento como numa conversa entre amigos, com humor, informação e descontração.

Oscar na Globo

Desde o falecimento do ator José Wilker, que atuou como comentarista nas transmissões do Oscar na Globo entre 2005 e 2014, a emissora tem buscado um substituto. Até então, Wilker e Maria Beltrão formavam a dupla do Oscar na emissora. Sem o ator, o jornalista de variedades Artur Xexéo foi escalado para a missão. Mas a direção da Globo passou a apostar, também, num ator de seu cast para formar um trio. Assim, teve erros e acertos.

Lázaro Ramos foi o primeiro a ser escalado, em 2015, e não fez feio. Porém, no ano seguinte, foi a vez de Gloria Pires assumir o posto, numa performance apagada que acabou se tornando piada. A frase “não sou capaz de opinar” se tornou até meme na época.

Neste meio-tempo, a Globo não transmitiu o Oscar ao vivo em algumas ocasiões, em razão da coincidência do evento com o Carnaval. Quando isso aconteceu, o canal optou, por duas vezes, exibir um especial na tarde do dia seguinte. Num especial exibido em 2014, apresentado por Fernanda Lima, o ator Alexandre Borges atuou como comentarista. Mas o especial foi mais focado nas roupas das celebridades do que na premiação, o que ficou estranho. Depois, em 2017, a Globo optou por um compacto, com Miguel Falabella dividindo a cena com Christiane Pelajo (Maria Beltrão se afastou por problemas de saúde) e Xexéo. Falabella foi muito bem na função, mas, estranhamente, não foi chamado novamente. Dira Paes fez sua estreia em 2018, repetindo a dose na noite de ontem.

‘Meia’ festa

Ou seja, demorou até que a Globo conseguisse azeitar sua transmissão do Oscar. O que foi visto na noite de ontem mostra que o canal finalmente acertou. Para ficar melhor, a emissora só devia rever esta decisão de exibir o Oscar pela metade. Modificar a grade de programação uma única vez ao ano, para poder exibir o evento na íntegra, não faria mal nenhum. Além disso, demonstraria respeito pelo espectador que só tem a TV aberta para recorrer.

Leia também: Band cogita MasterChef aos domingos no pior momento

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio