Apesar da lentidão, Espelho da Vida tem história de amor original

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Demorou semanas, mas os espectadores de Espelho da Vida finalmente conheceram o casal romântico principal da história. Cris (Vitória Strada) começa a viajar no tempo e viver como Julia Castelo, sua vida anterior. É assim que ela se encontra com Danilo (Rafael Cardoso), o grande amor de Julia. E se apaixona por ele. Ou seja, mais de 100 anos separam o casal principal da história de Elizabeth Jhin.

Muitos têm reclamado da lentidão de Espelho da Vida. E com razão. Afinal, desde o início, sabia-se que Cris passaria a se transportar para o passado e reviver sua encarnação anterior, Julia. Porém, até chegar a este momento, a trama andou em círculos meio inexplicáveis. Deu a impressão de que a autora não quis queimar cartucho, guardando um dos grandes momentos deste início de história o quanto pôde.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Espelho da Vida: Encontro de Cris e Danilo emociona internautas

Entretanto, agora que Espelho da Vida chegou a este ponto, fica evidente a criatividade de Elizabeth Jhin no trato de histórias envolvendo reencarnação. Apesar de ela já ter assinado muitas tramas com o tema, ele é abordado de maneira diferente em cada uma delas. Em Espelho da Vida, Jhin é até mais ousada. Isso porque ela praticamente escondeu a informação sobre o verdadeiro casal central da obra. E, quando finalmente revelou, os colocou numa situação pouco usual. Afinal, Cris, que é deste tempo, se apaixonou pela vida passada de seu grande amor. A mocinha nem ao menos o conhece nos dias atuais. E nem o público.

Espelho da Vida dá um novo tempero à velha história de amor

Com este plot inusitado, Elizabeth Jhin tem um prato cheio de situações. Neste momento em que são mais comuns as “idas” de Cris à sua vida anterior, o casal Julia e Danilo tem a chance de se desenvolver diante do público. E, claro, ganhar a torcida da audiência. Neste pouco tempo juntos, Julia/Cris e Danilo já conquistaram a plateia.

Tal situação abre muitas possibilidades. Uma delas é um triângulo amoroso que atravessa o tempo. Afinal, apesar de se ver novamente como Julia Castelo, Cris ainda é Cris. E, nos dias atuais, ela é a namorada de Alain (João Vicente de Castro). Estaria ela traindo o namorado? Ou, ao encarnar Julia, seus compromissos nos dias atuais já não fazem sentido?

Além disso, cria-se a expectativa do público para saber onde está o Danilo dos dias atuais. Rafael Cardoso, até aqui, apenas deu as caras na novela em sua vida passada. Sendo assim, Espelho da Vida instiga o público a especular sobre a atual encarnação de Danilo. E, claro, esperar o momento em que ele surgirá na história, fazendo com que o triângulo entre ele, Cris e Alain também se estabeleça no tempo presente. Ou seja, apesar da demora em engrenar, Espelho da Vida se mostra como uma trama engenhosa e que tem tudo para manter a audiência ligada.

Leia também: Análises e comentários ganham mais espaço no telejornalismo brasileiro

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio