Ao trocar Faustão por Luciano Huck, Globo mexe em time que está ganhando e sai da “zona de conforto”

Mesmo sem ameaça da concorrência, emissora chacoalha seu fim de semana

Publicado em 5/24/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Num passado já distante, Fausto Silva protagonizou uma das maiores “guerras de audiência” da história da TV brasileira, quando disputava as lideranças das tardes de domingo com Gugu Liberato (1959 – 2019). Enquanto o Domingo Legal dava alegrias ao SBT, o Domingão do Faustão gerava dores de cabeça na Globo.

Em proporções menores, a tarde de sábado da TV brasileira também já foi movimentada. Assim que Luciano Huck chegou com seu Caldeirão do Huck nas tardes da Globo, a Record TV nadava de braçadas, quando o clássico Programa Raul Gil viva seu auge. A emissora carioca jogou pesado para turbinar seu Caldeirão e acabou conseguindo inverter o jogo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas tudo isso são águas passadas. Hoje, a Globo vive uma confortável liderança de audiência com Caldeirão do Huck e Domingão do Faustão. Entretanto, a emissora decidiu ela mesma agitar este cenário, ao promover profundas mudanças em sua grade de fim de semana no ano que vem. Fausto Silva está de saída do canal rumo à Band, enquanto Huck deve ficar com seu lugar aos domingos.

Ou seja, a expectativa é de sábados e domingos renovados na programação da Globo. Luciano Huck, após mais de 20 anos à frente do Caldeirão do Huck, deve se lançar num novo desafio aos domingos, saindo de sua “zona de conforto”. Já o sábado da Globo pode ter uma nova atração substituindo o Caldeirão, ou então ceder espaço a projetos de temporada.

Assim, enquanto Luciano Huck será visto nos domingos da Globo, o sábado deve ter novos nomes, ainda não definidos pelo canal. Mesmo sem saber se será um projeto fixo ou rotativo, o fato é que o sábado da emissora terá novos donos em 2022. E isso representa uma grande mudança.

Sem concorrência

O que chama a atenção nesta história toda é que a Globo resolveu promover mudanças numa grade que sempre funcionou muito bem. O tempo de concorrência ferrenha ficou para trás, e o que se via na emissora era uma cômoda e confortável liderança. Ou seja, não havia qualquer motivo para mudanças. Mas, mesmo assim, o canal resolveu bancar esta transformação.

Isso deixa claro que, na TV aberta, salvo uma ou outra exceção, a Globo na verdade concorre com ela mesma. Mesmo sem ameaças, a emissora percebeu uma possibilidade de mudanças, que pode trazer novidades na grade. É uma decisão ousada, e até arriscada, ainda mais em tempos de crise.

Somente quando a Globo resolve agir por si só, é que costumam aparecer mudanças em outros canais. Neste caso, a decisão da emissora de encerrar o Domingão do Faustão respingou na Band, que agora terá em seus domínios um artista do quilate de Fausto Silva.

Se toda esta movimentação será favorável, não se sabe. Apenas no ano que vem veremos na tela os resultados de tantas decisões. Mas um chacoalhão como este traz sempre um frescor interessante. De vez em quando, sair do marasmo é uma boa.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio