Anitta é excelente apresentadora, mas seu novo programa no Multishow não lhe ajuda em nada

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Anitta tem sido, como ela mesmo se chama, uma workaholic – para quem não sabe, workaholic é uma pessoa que é viciada em trabalho, ou que trabalha muito em todas as frentes possíveis.

Atualmente, Anitta ataca em todas as frentes do entretenimento brasileiro, e com muito sucesso. É a cantora mais popular do Brasil atualmente, tem entrado no mercado gringo com sucesso, além de ser empresária de si mesma e de outros artistas de forma brilhante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2016, após chamar a atenção como apresentadora eventual no TVZ, programa de clipes do canal, o Multishow convidou Anitta para apresentar o Música Boa Ao Vivo, atração que trazia um convidado por semana para um show ao vivo.

Veja mais: Multishow vai exibir Chaves e Chapolin de forma cronológica; fato é inédito no Brasil

Antes apresentado pelo pagodeiro Thiaguinho, o Música Boa ganhou vida e brilho com Anitta. A atração, antes tímida, passou a ser uma espécie de playground para a poderosa, que comandava tudo com brilhantismo.

Por causa da desenvoltura e do sucesso do Música Boa Ao Vivo, era natural que Anitta ganhasse um programa na casa com mais espaço para poder trabalhar como apresentadora. E ele veio: o Anitta Entrou no Grupo, estreado no início deste mês, e que terá só quatro episódios nesta primeira temporada.

Um primeiro ponto positivo é o nome, que faz uma referência aos famosos grupos de WhatsApp. Achei curioso, diferente, legal. Em tempos de falta de criatividade para nomes de atrações de auditório, o de Anitta é criativo as pampas.

Outro ponto que vale destacar é a própria Anitta. Além de ser uma ótima performer e cantora, a poderosa é excelente apresentadora. Solta, natural, com uma presença de palco excelente e com domínio de tudo ao seu redor. É uma atração à parte vê-la apresentar na TV.

Mas os pontos positivos ficam por aí. Anitta Entrou no Grupo carece demais de boas atrações no recheio. Sempre com bons convidados, muito pelo prestígio da Poderosa, as brincadeiras feitas na atração deixam o programa monótono.

Anitta e convidados no seu Anitta Entrou no Grupo, do Multishow (Reprodução)

Não pelos convidados exatamente, mas por terem trazido as brincadeiras de internet para a televisão, algo que definitivamente, não deu certo. Com elas, o programa ficou arrastado, demorando para passar. Uma hora e meia que dura muito mais, e para uma atração de auditório, isso definitivamente é péssimo.

Além disso, o programa é, literalmente, uma bagunça. Muitas vezes o telespectador fica perdido com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo. Eu mesmo fiquei tonto com a edição desta terça-feira (24). Era tanta coisa rolando e tanta gente falando ao mesmo tempo que fica impossível de entender.

Anitta Entrou no Grupo é bem intencionado, já que tenta remeter aos programas de auditório do fim dos anos 90 e início dos anos 2000, onde a alegria e a zoeira imperava em detrimento ao choro dos tempos atuais.

Veja também 

Marieta Severo usará dublê para cenas de fuga de Sophia em O Outro Lado do Paraíso

Mas, infelizmente, o programa é muito irregular, descontrolado da pior maneira possível. Anitta pode mais na TV, já que tem talento sobrando para apresentar. Mas nesse grupo, sinceramente, não quero entrar de novo se puder escolher. Espero que o Música Boa Ao Vivo volte numa nova temporada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio