Acelerada e sem núcleos decorativos, Pega Pega fica mais atrativa com nova edição

A trama de Claudia Souto perdeu o ar de enrolação nesta reprise

Publicado em 30/09/2021 20:28
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Terceira reprise escalada para suprir o horário das sete da Globo em tempo de pandemia, Pega Pega ganhou uma edição mais enxuta. Com Quanto Mais Vida Melhor quase pronta para estrear, a novela de 2017, atualmente em reexibição, vem sendo enxugada para sair de cena com menos capítulos que a versão original. E isso tem feito bem à trama.

Atualmente, cada capítulo de Pega Pega exibido condensa de dois a três episódios da versão original. Com isso, alguns núcleos e personagens tiveram sua participação bastante diminuída. A família de Borges (Danton Mello), por exemplo, quase não aparece. Sua esposa, Tereza (Dani Barros), e sua filha Drica (Leandra Caetano), praticamente sumiram do enredo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Márcio (Jaffar Bambirra), também filho do casal, aparece um pouco mais, por causa de sua relação com Bebeth (Valentina Herszage). Porém, até eles tiveram seu romance bastante diminuído nesta nova versão da trama de Claudia Souto. O drama da filha de Eric (Mateus Solano) ainda está presente, mas perdeu espaço nesta versão.

Sem estes personagens em cena, a trama ganha mais tempo para agilizar a história principal. A investigação do roubo do Carioca Palace ganha ainda mais importância nesta edição especial, fazendo as resoluções acontecerem mais rápido. Nesta fase, o crime já foi praticamente solucionado: Júlio (Thiago Martins), Agnaldo (João Baldasserini) e Sandra Helena (Nanda Costa) já foram pegos, e Malagueta (Marcelo Serrado) já está na mira da polícia.

Esta versão mais ágil de Pega Pega deixou a novela mais atrativa. Na primeira exibição, a sensação de enrolação na investigação do roubo era evidente. A trama andava em círculos para poder sustentar este entrecho, o que deixava tudo meio modorrento.

Desta vez, o crime foi solucionado mais rápido, e a sensação de que a novela não saía do lugar desapareceu. Isso deixa claro que Pega Pega tem, sim, uma história interessante sendo contada, mas que não tinha fôlego para tantos capítulos. A “edição especial” melhorou a impressão deixada pela obra.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio