Fabiula Nascimento imprime humanidade à Nana de Bom Sucesso

Publicado há 7 meses
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nana, a personagem de Fabiula Nascimento em Bom Sucesso, não é fácil de definir. A herdeira de Alberto (Antonio Fagundes) ganha contornos de vilã quando tenta romper a amizade do pai com Paloma (Grazi Massafera) na novela da Globo. Porém, esta mesma Nana foi capaz de ir à casa da costureira e implorar a ela que voltasse a se relacionar com o dono da Prado Monteiro. Ou seja, Nana é uma personagem multifacetada.

Por isso mesmo, a executiva é uma das personagens mais interessantes da novela de Paulo Halm e Rosane Svartman. Isso porque ela é capaz de tomar atitudes odiosas, como apoiar o marido vilão na armação que culminou com o afastamento de Paloma. Ao mesmo tempo, ela ama verdadeiramente o pai, e age justamente em nome deste amor. Além disso, esconde sob uma casca dura uma mulher apaixonada, mas incapaz de se entregar a uma relação verdadeira. Mesmo apaixonada por Mário (Lucio Mauro Filho), ela se mantém presa ao casamento com Diogo (Armando Babaioff).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em suma, Nana é capaz de se comportar como a irmã má da Cinderela. Mas é, também, uma mocinha romântica, que desperta a compaixão da audiência. E todas estas camadas são muito bem trabalhadas pela atriz Fabiula Nascimento. Atriz minimalista, que esbanja naturalidade, ela sabe achar o ponto de equilíbrio deste tipo tão real. Nana não se enquadra em rótulos folhetinescos porque é essencialmente humana. E Fabiula sabe traduzir isso em gestos e palavras.

“Múltiplas Fabiulas”

Fabiula Nascimento é uma das atrizes mais competentes da atualidade. Desde que estreou na TV em seu primeiro papel regular, a Jaqueline de Força Tarefa, ela vem acumulando bons serviços prestados na telinha. Tipos como a Olenka de Avenida Brasil, Marina de Ogum de O Canto da Sereia, ou Cacau de Segundo Sol, foram marcantes.

Além disso, a atriz é bastante discreta em sua vida pessoal. Com isso, faz parte de uma galeria de artistas que preferem se expor por meio de seus personagens. Esta atitude leva o público a acreditar ainda mais em seu trabalho. É fácil esquecer que se trata de uma atriz e embarcar no drama de seu personagem da vez. Com isso, Fabiula vem construindo uma sólida e vitoriosa carreira.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais