Em segunda temporada, Fábrica de Casamentos retorna mais emocionante

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde o último dia 17, o SBT exibe, em suas noites de sábado, a segunda temporada do reality show Fábrica de Casamentos. A atração pilotada por Chris Flores e Carlos Bertolazzi, que já havia tido uma interessante safra inicial, voltou ainda mais divertida e emocionante. Com o formato azeitado pelo tempo, o programa conseguiu aparar as arestas, apostando mais no que funciona e deixando de lado o que não deu certo na leva anterior.

Um dos problemas apontados no ano passado era o tom fake da equipe do programa, sempre correndo contra o tempo, apontando obstáculos e discutindo com os familiares dos noivos. Os percalços enfrentados por Lucas Anderi, Elisa Tavares, Beca Milano e os demais integrantes da equipe da Fábrica eram sempre mostrados um tom acima, passando ao espectador a impressão de pura encenação no intuito de gerar alguma falsa expectativa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste ano, a equipe ainda corre contra o tempo, e ainda surge uma ou outra preocupação que parece mais exagerada. Mas, no geral, o tom adotado está mais natural. Nestes dois primeiros episódios da nova temporada, Fábrica de Casamentos optou por focar mais na história dos noivos e na emoção deles do que na equipe de trabalho. O resultado foi um programa emocionante na medida, sem ser piegas nem sensacionalista, mas que também não deu a impressão de conflito armado.

Leia também: Beca Milano faz o maior bolo do Brasil em festa árabe do Fábrica de Casamentos

Neste sábado (24), por exemplo, o programa contou a história dos noivos Kelly e Kauê. Ele é de família libanesa e, por isso, os noivos sonhavam com uma festa no estilo árabe. Tal pedido rendeu alguns momentos divertidos e inusitados, em razão da cultura diferenciada, incluindo aí muitos palpites engraçados da família dele. O programa também mostrou Chris Flores tentando promover um encontro entre o noivo e seu pai, pois os dois não conversavam. Foi um tema delicado, mas não forçaram a barra: o pai não quis falar e o assunto foi encerrado.

A participação maior da equipe de Fábrica de Casamentos neste episódio se deu mesmo pelo trabalho da confeiteira Beca Milano, que, desafiada pela família do noivo, tratou de fazer o maior bolo de casamento já registrado no Brasil. Com mais de 4,2 metros de altura, 15 mil peças em açúcar e 170 quilos de pasta de açúcar, a guloseima rendeu à Beca o troféu de maior bolo de casamento do país, conferido pelo instituto Rank Brasil.

Fábrica de Casamentos, então, vem usando o tempo a seu favor e melhorando, significativamente, as histórias mostradas. Além disso, Carlos Bertolazzi e Chris Flores seguem ótimos à frente do formato, que foi criado pelo próprio SBT. É bom observar que a TV brasileira ainda consegue desenvolver seus formatos, ao invés de apenas comprar fora. Por estas e outras, Fábrica de Casamentos é um dos bons destaques da atual programação do SBT.

Leia também: Melhor da Tarde parece perdido no tempo

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio