Vergonha alheia: Dudu Camargo perde o pouco de credibilidade que lhe restava ao se expor ao ridículo no Pânico na Band

Publicado há 4 anos
Por Neuber Fischer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dudu Camargo participou, ao vivo, da edição de domingo (25) do Pânico na Band e colocou por terra qualquer resquício, se é que ele ainda tinha, de credibilidade. O jovem de 19 anos, apresentador do telejornal Primeiro Impacto do SBT, já era tido como uma afronta ao jornalismo e, agora, depois de escrachar geral no humorístico da Band, não tem mais como alguém defender a permanência dele à frente de um noticiário.

Eu mesmo, que conheço Dudu pessoalmente e acompanho seu trabalho, defendia a aposta de Silvio Santos do menino prodígio. Ele é talentoso, tem carisma, sabe improvisar, domina o palco, o vídeo, mas infelizmente pode estar deslumbrado com a mídia e aceita qualquer situação, ainda que vexatória, para conseguir se manter em alta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas não funciona assim, ser jornalista não é ter diploma de jornalista (cobram isso dele), não é ter idade, não é se vestir assim ou assado, é ter respeito e compromisso com a notícia e com o público, que espera de quem desempenha a função de informar, uma postura adequada para este fim.

Leia: Dudu Camargo bebe e passa a mão nas partes íntimas de modelos do Pânico

A missão do jornalista é informar, qualquer outra atribuição é espetacularização desnecessária. Dudu Camargo já extrapolava ao dançar e fazer piadinhas ao conduzir o telejornal do SBT, mas até ai, embora estranho, estava sendo possível tolerar a infantilidade e imaturidade de um menino talentoso, mas a partir do momento que ele se sujeita a participar de uma orgia, ainda que ficcional do Pânico na Band, ele perde a razão e não se sustenta mais como apresentador de um noticiário.

O talento exacerbado para o entretenimento e sensacionalismo, em detrimento do compromisso com o jornalismo, impedem Dudu Camargo de seguir apresentando um telejornal, não é aceitável que o SBT, Silvio Santos e seus diretores continuem com essa loucura. É uma afronta não apenas a uma classe de profissionais, já muito desvalorizada, mas engajada em informar, mas sobretudo com o público, que não quer ver um palhaço noticiando, mas sim alguém, com ou sem diploma, que entenda a importância de um veículo de informação tem na construção de uma sociedade.

O telejornalismo do SBT precisa ser levado a sério. A emissora é uma concessão pública e tem obrigações legais com o jornalismo. Tal atitude irresponsável de um menino sem preparo, coloca em xeque, não só Dudu Camargo, mas também o pouco que restava de credibilidade no jornalismo do SBT.

Esperar responsabilidade de um jovem de 19 anos talvez seja pedir demais, mas é inaceitável que o SBT não conduza a carreira de Dudu Camargo de maneira correta. Se querem mantê-lo no ar, preparem um programa de entretenimento para ele.

Talento, assim como tantas outras qualidades de um ser humano, deve ser bem aproveitado. Se bem orientado, as habilidade de Dudu podem fazer dele uma estrela, mas se mal utilizada, as mesmas habilidades podem destruir a precoce carreira do menino.

Fica aqui meu recado, sem pretensões, mas um desabafo de quem sentiu vergonha alheia do que assistiu neste domingo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio