Vendedor de máscaras triplica faturamento após usar Datena como garoto-propaganda e aparecer na Band

O comerciante Alexandre Soares divulgou produto com foto do apresentador e falou ao vivo no Brasil Urgente

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O comerciante Alexandre Soares se apavorou na tarde da última quarta-feira (21) ao ser abordado por um motociclista na Avenida do Estado (centro de São Paulo). O medo logo se transformou em felicidade quando o condutor se apresentou como funcionário da Band e avisou que José Luiz Datena estava tentando telefonar para ele durante o Brasil Urgente. O vendedor de máscaras contra o coronavírus foi flagrado divulgando o produto com a foto do jornalista e participou do programa ao vivo.

“Tomei um susto, mas quando a moto encostou do meu lado ele gritou: ‘O Datena está ligando para você!’”, recorda ele em entrevista à coluna. Para anunciar as máscaras, Alexandre decorou seu veículo utilitário, usado para vender cachorro-quente, com a foto do apresentador e os bordões “Me ajuda aí!” e “É só no nosso!”, além do telefone de contato. O carro apareceu em rede nacional, e o comerciante passou a receber chamadas constantemente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como estava no trânsito, Alexandre só pôde atender Datena quando chegou em sua casa e guardou o automóvel na garagem. O jornalista não escondeu sua satisfação ao ver seu rosto e suas frases famosas sendo utilizadas pelo telespectador e até brincou: “Te liguei para você me pagar essa publicidade, senão vou te meter no pau!”.

Após ter conversado com Datena na quarta, o comerciante pernambucano de 45 anos viu seu negócio crescer imediatamente. “As vendas triplicaram, meu telefone não para de tocar! Vendia por dia de 100 a 200 máscaras. De ontem para hoje estipulo 3 mil pedidos! Ganho R$ 0,10 por máscara, mas vendo muitas”, conta.

Alexandre explica por que decidiu transformar o apresentador em seu garoto-propaganda. “Quando ele falou que iria cobrar de mim, morri de rir. Fiz porque ele é um gênio, um baluarte da televisão. Sou DJ, mas estou parado há um ano. Vendi todo o equipamento de som para investir nas máscaras, e deu certo. Resolvi colocar o Datena porque o governo não liga para a gente, para os músicos, DJs, donos de casas de shows. Ninguém recebe ajuda”, reclama.

Nesta quinta, Alexandre aparecerá novamente na Band, mas não por telefone. O repórter Lucas Martins entrevistará o comerciante, que já preparou uma máscara especial para Datena e a equipe do Brasil Urgente, estampada com o bordão “É só no nosso”, gritado pelo apresentador para reclamar dos políticos.

Veículo de Alexandre Soares com a foto e os bordões de José Luiz Datena; à direita, máscara que será entregue à equipe do Brasil Urgente (Montagem/Reprodução/Band/Alexandre Soares/Arquivo pessoal)

Cada item é vendido a R$ 1, mas o consumidor precisa ficar atento. Como a máscara de Alexandre é confeccionada com neoprene, um tecido emborrachado, e tem apenas uma camada de proteção, não é cientificamente eficaz no combate ao coronavírus. A recomendação é utilizar, por baixo do produto, uma máscara cirúrgica vendida em farmácias, com três camadas de filtragem.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio