Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Trama inédita

Um Lugar ao Sol: Twitter volta a ser “sofá” após dois anos sem estreia na Globo às 21h

Público matou a saudade de comentar novela das nove e colocou primeiro capítulo entre os assuntos mais comentados

Publicado em 09/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Dois anos depois, o Twitter voltou a ser o maior “sofá” da internet para comentar Um Lugar ao Sol, na última segunda-feira (8). O público estava com saudade de falar bem (ou mal) de um primeiro capítulo de novela das nove, horário mais nobre da TV brasileira. A última estreia tinha ocorrido em 25 de novembro de 2019, com Amor de Mãe, mas a pandemia de coronavírus interrompeu todas as produções e forçou a Globo a reprisar Fina Estampa, A Força do Querer e Império.

Dados obtidos pela coluna mostram que o início da trama de Lícia Manzo contabilizou 62 mil tweets, colocando a novela e sua autora entre os assuntos mais comentados da rede social no Brasil e no mundo durante três horas.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A trama inspirou críticas, memes e elogios. Cauã Reymond, na pele dos gêmeos Renato e Christian, foi elogiado, mas rendeu zoeiras sobre o ator de 41 anos interpretar dois jovens de 18. Andreia Horta (Lara), Juan Paiva (Ravi) e Ana Beatriz Nogueira (Elenice) também ganharam a atenção do público no Twitter.

A enxurrada de comentários espantou até tuiteiros ilustres como o advogado e professor universitário Thiago Amparo. É, fazia tanto tempo que a rede social não parava para ver estreia de novela das nove inédita que causou estranhamento.

A coluna conversou com especialistas em novela e Twitter para decifrar por que o brasileiro transforma a internet em “sala de estar”. O fenômeno existe desde a popularização da plataforma de mensagens curtas no país, a partir de 2009, porém virou “evento” com o fenômeno Avenida Brasil (2012). Desde então, toda estreia mobiliza as atenções do telespectador no ambiente virtual.

“Eu estava sentindo bastante falta dessa coisa de todo mundo assistir novela ao mesmo tempo. Gosto quando comentar a novela na rede social funciona como se fosse um grande sofá em que todo mundo está acompanhando junto e se une para elogiar uma boa atuação ou debochar de algum furo na história. A novela tem essa coisa de ‘discutir coletivamente’ que produções por streaming não tem, pois cada um escolhe sua própria hora para assistir. Recentemente faço comentários pontuais sobre Verdades Secretas 2 [no Globoplay] no ritmo que tenho assistido, mas nada se compara com todo mundo comentando ao vivo algo exibindo na Globo”, avalia Fábio Garcia, jornalista e youtuber do canal Coisas de TV.

Para ele, o Twitter é um bom termômetro do sucesso ou do fracasso de uma produção, porém não pode ser a única forma de classificar se a nova novela das nove é excelente ou a pior de todos os tempos.

“Vejo quais são os assuntos mais comentados para poder ‘me adiantar’ às coisas que as pessoas esperam ver no canal, aí já sei que se não comentar nada sobre o filtro na imagem ou o Cauã fazendo um adolescente de 18 anos vão reclamar lá no canal. Mas embora seja uma boa amostragem, também é importante lembrar que não é a opinião daqui que é a ‘definitiva’. Provavelmente minha mãe viu na casa dela pensando em outras coisas que a gente não comentou por aqui. É sempre um desafio imaginar o que o público geral achou da novela”, analisa.

O colunista Nilson Xavier, autor do Almanaque da Telenovela Brasileira, pondera que a repercussão diminui naturalmente nos dias seguintes e ressalta o perfil do “comentarista de estreia”, aquela pessoa que só assiste ao primeiro capítulo para ter engajamento na internet. Ele destaca a qualidade de Lícia Manzo também estreante às 21h após emplacar boas tramas das seis.

“Também me surpreendi com a avalanche de tweets. Acho que todos estávamos sentindo falta de novela inédita no horário mais nobre da TV. Porém, há de se ressaltar que muito desse alvoroço deveu-se, na minha opinião, ao hype que Lícia Manzo tem com os novelistas tuiteiros. As novelas A Vida das Gente e Sete Vidas sempre repercutiram no Twitter, independentemente da audiência no Ibope ou PNT. Se fosse uma novela de Aguinaldo Silva, por exemplo, teria a mesma repercussão no Twitter? Não sei não!”, compara.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....