Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Opinião

SBT perde Libertadores para Globo por negociar com chantagem emocional, não com dinheiro

Emissora criada por vendedor dá "aula" de como não comprar torneio da Conmebol

Publicado em 18/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Na “guerra” pela Copa Libertadores da América, a “aula” de como não se deve negociar ficou por conta do SBT, justamente o canal que tem em seu DNA o vendedor que se transformou no principal comunicador da televisão: Silvio Santos. O apelo para a compra dos direitos da Copa Sul-Americana só confirma que a emissora sentiu demais a derrota para a Globo.

O erro mais grave na tentativa do SBT de manter a Libertadores em seus domínios, na avaliação da coluna, foi apelar para chantagem emocional, já utilizada nos bastidores contra a imprensa (e da qual este colunista já foi vítima ao escrever textos que desagradaram setores da emissora). Apesar desse histórico, pareceu surreal acha que a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) iria se comover em uma mesa de negócios.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Escreveu, em sua coluna no UOL, o jornalista Rodrigo Mattos, um dos mais confiáveis profissionais sobre TV esportiva: “[A Globo] se comprometeu a exibir os patrocinadores da Libertadores em suas transmissões, em medida inédita. E ganhou a concorrência para retomar a competição após romper o contrato anterior. O SBT apostava no trunfo de ter salvado a Conmebol quando a Globo abandonou o contrato anterior: assumiu os direitos da Libertadores por três anos”.

Ora, SBT, gratidão não paga as contas (além do cúmulo de achar que “salvou” a Conmebol). A entidade máxima do futebol no continente, quando senta para negociar, quer saber o óbvio: quanto ela vai faturar com a venda de seus eventos esportivos. Pelo acordo com a Globo e as outras empresas, a negociação foi exitosa.

Escreveu Rodrigo Mattos no UOL: “A Conmebol conseguiu obter em torno de US$ 1,520 bilhão (R$ 7,8 bilhões) com a venda de direitos da Libertadores e da Sul-Americana para o ciclo de 2023 a 2026. O valor representa um aumento de cerca de US$ 350 milhões (R$ 1,8 bilhão) em relação ao último ciclo”.

A nota do SBT ressaltando a compra da Copa Sul-Americana ratificou o que havia saído na imprensa sobre o apelo emocional na negociação, inclusive atribuindo a venda da Libertadores para a Globo ao sucesso do torneio nos últimos dois anos, quando foi exibido de forma emergencial pela rede de Silvio Santos. Leia o trecho do comunicado:

“Quanto à Copa Conmebol Libertadores, aproveitamos para agradecer pela oportunidade de estarmos realizando sua transmissão até o final deste ano, com alta qualidade, tendo assumido esse direito num momento delicado para a Conmebol, na certeza de que trabalhamos incansavelmente para sua valorização, o que certamente permitiu o aprimoramento da concorrência para esse próximo ciclo. Aproveitamos para reforçar nossa crença na relação que temos construído com a Conmebol e seus executivos que realizam um trabalho sério e profissional à frente desta tão importante entidade”.

Para completar o “dramalhão” criado pelo SBT, Téo José reclamou que uma coluna de TV (sem citar qual) havia noticiado a comemoração do público pela volta da Libertadores à Globo, quando o nome dele estava entre os assuntos mais comentados no Twitter porque, segundo o narrador, telespectadores lamentavam a derrota do canal na negociação. A reclamação não faz sentido. Usuários do Twitter podem citar o locutor para falar mal, basta pesquisar a repercussão da transmissão de Boca Juniors x Corinthians, na última terça-feira (17). No máximo, a queixa só pareceu egocêntrica mesmo.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

As informações e opiniões expressas nesta crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....