Exclusivo

São irmãos? Atores mirins entregam bastidores de série sobre Chitãozinho & Xororó no Globoplay

Pedro Tirolli e Pedro Lucas interpretam dupla sertaneja em As Aventuras de José & Durval

Publicado em 18/08/2023

As Aventuras de José & Durval, série sobre Chitãozinho & Xororó, finalmente estreia no Globoplay nesta sexta-feira (18), quase três anos após o início dos trabalhos. Para reconstituir a infância da dupla sertaneja, a Globo e a produtora O2 escalou dois garotos, um de Palmital (SP) e outro de Petrolina (PE), que nunca tinham atuado na vida, mas compartilham a mesma paixão pela música.

A coluna entrevistou Pedro Tirolli, o Chitãozinho, e Pedro Lucas, o Xororó, logo após o término das filmagens, e guardou esta conversa até o lançamento de As Aventuras de José & Durval, preservando o frescor e a sinceridade das crianças em suas impressões sobre o trabalho. Na ocasião, os Pedros tinham acabado de conhecer os cantores durante as gravações e ainda sentiam a emoção do primeiro encontro com a dupla homenageada na ficção.

“Um dia antes de conhecê-los, fiquei muito ansioso e passei a noite assistindo aos vídeos deles. Estudei bastante para conseguir interpretar. Era uma gravação na estrada, em uma caravana. Recebemos a notícia de que eles iriam ao set. Gravaram uma cena, pararam e de repente chegou uma van preta com dois carros. Pedro Tirolli e eu já ficamos nervosos. Xororó desceu do carro, Chitãozinho também. Estávamos dentro do ônibus com o pessoal da caravana e descemos. Xororó falou que não era tão bonito assim quando pequeno (risos)”, brinca Pedro Lucas.

“Foi legal. Pedro Lucas estava com medo de não virem! A atriz que faz a Inezita Barroso (Giovanna De Toni) falou: ‘Olha o comboio chegando aí!’. Descemos do ônibus da caravana e fomos em direção a eles. Foram muito simpáticos com a gente, tocamos juntos”, recorda Pedro Tirolli. A família do intérprete de Chitãozinho guardou um presente especial desta reunião inédita.

“Os meninos tocaram duas músicas para eles. Foi emocionante, porque Xororó não esperava que uma delas seria Cortando a Estrada, escrita pelo pai deles, Mário de Lima. Pensaram que seria Evidências ou Fio de Cabelo. Chitãozinho falou para o Pedro: ‘Rapaz, sua voz é muito parecida com a minha na sua idade!’. Depois, cantaram Evidências e meu filho ganhou o violão que Xororó tocou a música”, recorda Gustavo Tirolli.

As Aventuras de José & Durval: atores posam ao lado de Chitãozinho & Xororó
As Aventuras de José & Durval: atores posam ao lado de Chitãozinho & Xororó

Protagonistas mirins são irmãos na vida real?

Pedro Tirolli e Pedro Lucas são irmãos? Diferentemente de Chitãozinho & Xororó e de Rodrigo e Felipe Simas, que interpreta os sertanejos na fase adulta, os protagonistas mirins não são parentes. Entretanto, confundiram muitas pessoas na equipe com o entrosamento nos bastidores. Com muita música e zoeira, os atores estreantes se comportaram como melhores amigos.

“Nos entendemos desde o começo e já viramos amigos, por isso deu liga e conseguimos ser aprovados. Tivemos uma conexão muito boa. No set, era só zoeira entre nós dois! Parecíamos irmãos! Quando tinha que ser sério era sério, mas ficávamos zoando lá”, admite Tirolli. A mãe do ator mirim, Thalita, lembra uma frase dita pelo filho sobre cantar com Pedro Lucas: “‘Como dupla, não sabemos porque moramos longe, mas amigos vamos ser para sempre'”.

Pedro Lucas entrega uma pegadinha que armou com o amigo no intervalo das filmagens: “Rapaz, a gente acabou zoando muito! Quando terminavam as cenas, a gente ficava rindo na van. Acho que incomodamos todo mundo! (risos) A gente aprontou demais lá! Uma vez, ficamos na parte de fora do hotel, perto da piscina, tentando ver alguém pela janela, mas uma mulher apareceu e saímos correndo! Todo mundo perguntava se éramos irmãos de verdade, se já nos conhecíamos! Todos falavam que a gente era parecido. Ele é um ótimo ator e um ótimo cantor. Foi um prazer fazer este trabalho com ele. Na verdade, já viramos irmãos! Foi muito legal trabalhar com ele”.

Pedro Tirolli foi descoberto quando passou a se apresentar na internet durante a pandemia. O garoto, que sonhava ser jogador de futebol, dedicou-se ao violão e à composição, e o talento chegou à O2, responsável pela produção de elenco. A equipe “garimpou” Pedro Lucas do The Voice Kids 2020, do qual ele participou representando a música sertaneja.

Após muitos testes virtuais (incluindo um com o diretor da série, Hugo Prata), os dois se conheceram em São Paulo e conquistaram os cobiçados papéis. O desafio seguinte foi adaptar-se à caracterização de José e Durval no início da carreira, entre o final dos anos 60 e início da década de 1970.

“Parecia que eu estava nos anos 70 mesmo! Para falar a verdade, de algumas roupas eu não gostei (risos). Mas as da caravana são bonitas!”, confessa Pedro Tirolli. “Fiz aula de prosódia para aprender a falar ‘caipira’, puxando a língua. Fui me acostumando e passei a cantar com o sotaque sem perceber! Nunca tinha deixado o cabelo crescer. Foi luta, hein? Ficou cacheadinho e tiveram que usar produtos, pintar, descolorir. Fizeram uma gambiarra. Sofri! (risos) Quando falaram que eu podia cortar, fui correndo para o salão no mesmo dia!”, conta Pedro Lucas.

Os dois Pedros cantam todas as músicas da fase mirim, mas o primeiro repertório contém duplas mais antigas, como Tonico & Tinoco, que inspiraram os homenageados. Os artistas mirins gravaram 12 canções para a série. Os irmãos Simas, por sua vez, apenas dublaram Chitãozinho & Xororó.

Uma das missões foi interpretar Galopeira a plenos pulmões, como Durval na infância. “Acho que fiquei uns 10, 15 segundos. Já tinha treinado um pouco em casa o ‘galopeeeeeira’, ouvindo Chitãozinho & Xororó para ver como eles cantavam”, afirma Pedro Lucas.

As Aventuras de José & Durval também irá ao ar na Tela Quente da próxima segunda-feira (21).

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.